Vince McMahon não quer trabalhar com CM Punk e Alberto Del Rio

Caio Felipe 27/03/2020

Como relatado anteriormente, não há verdade nos boatos sobre a WWE entrar em contato com CM Punk para um possível retorno na WrestleMania 36. Também observamos como os oficiais da WWE ainda estão amargurados com o que aconteceu com Punk, e que eles são muito contra a ideia de trazer Punk de volta como lutador, apesar de seu papel no programa WWE Backstage da FS1 como analista.

Em uma atualização, o presidente e CEO da WWE, Vince McMahon , rotulou Punk como o único homem com quem ele não faz negócios. Também foi relatado que ninguém do mais alto escalão da empresa, incluindo o diretor executivo do RAW, Paul Heyman, argumentou ou insistiu para que Punk fosse trazido de volta.

O agente de Punk, o mesmo que procurou a FOX Sports para negociar o acordo para o WWE Backstage, tentou abrir uma conversa com os oficiais da WWE há um tempo, mas as negociações não deram em nada.

Em relação ao show de Punk com a FOX Sports, a situação foi descrita como algo que a FOX queria e a WWE permitiu que, como concessão, não causasse atritos em seu relacionamento com a emissora. Notou-se também que a aparição de Punk no show era limitada a apenas uma vez por mês. Quem antes via uma aparição de Punk na WrestleMania como bom para os negócios teve a impressão de desvalorização após a estreia de Punk como comentarista do WWE Backstage não ajudar na audiência do programa mesmo após a primeira semana.

Em uma nota relacionada, Alberto Del Rio também foi categorizado, como Punk, como pessoas com quem Vince realmente não quer fazer negócios. Observamos antes como Del Rio afirmou recentemente que ele estava conversando com a WWE sobre um possível retorno ao dar uma entrevista no México, mas fontes da WWE negaram o relatório, observando que nem Triple H e nem ninguém na empresa haviam conversado sobre um contato para Alberto. Notou-se também que não há interesse em usar Alberto em qualquer situação.