Dolph Ziggler admite que queria perder “Title vs. Career Match” contra The Miz no No Mercy 2016

Diego 31/01/2020

Voltando ao passado, exatamente no dia 9 de outubro de 2016, Dolph Ziggler derrotaria The Miz em uma Carrer vs. Title Match para conquistar o WWE Intercontinental Championship.

O combate aconteceu justamente na época em que a saída de Ziggler da empresa de Stamford era alvo de rumores pela imprensa uma vez que o contrato do lutador com a empresa estava chegando ao fim sem um acordo de renovação até aquele momento e por essa razão muitos acreditavam que esse seria último combate.

Agora, em uma entrevista concedida ao podcast After The Bell, de Corey Graves, ele explicou que o resultado do combate não era exatamente o que ele queria.

“Eu disse: ‘Eu tenho que sair agora.’ Não vou renovar meu contrato ou vou fingir uma lesão?’ Mas tenho que sair. Descobri que vou colocar minha carreira em jogo contra o The Miz, um dos meus favoritos. Pensei ‘isso é perfeito.’ Eu assumo, de caminho para o combate, pensava que iria perder e sair. Chegamos lá e acabei vencendo o combate, para minha grande consternação. Disse para mim mesmo ‘a maldita vez em que ganho um combate é a vez em que não quero’.

Eu disse: ‘Ok, que diabos estamos fazendo agora?’ E voltamos a não fazer nada, apenas ficamos matando o tempo. Pensei ‘Droga, é por isso que eu deveria sair’. Esse combate foi especial porque tenho certeza de que dois terços da arena e qualquer um que assistiu em casa assumiram que esse era meu último combate e eu estava saindo lutando contra meu amigo. Se alguém olhar para trás, eu prometo a você que eu queria que fosse meu último combate pelo menos por um ano ou algo assim. Foi uma reação incrível e divertida, mas no dia seguinte voltamos a ser Dolph Ziggler e, infelizmente, não aproveitamos isso. Então, eu precisava sair de lá”, declarou Dolph Ziggler.

Em 2017, o “The Showoff” conseguiu fazer pequenas pausas e mais recentemente especificamente no ano passado parou por quatro meses. Em uma entrevista concedida em 2018, Ziggler foi sincero sobre a falta de fazer pausas, creditando que esse problema prejudicou seu legado.