10 Aparições surpreendentes no Royal Rumble

Alef 23/01/2020

Possivelmente atrás somente da Wrestlemania, o Royal Rumble é um dos maiores eventos da WWE. Geralmente são 30 competidores disputando uma luta por título na Wrestlemania.

Com a expectativa de quais lendas irão retornar ou de quais novos lutadores farão suas estreias no main roster, o Rumble se difere dos outros PPV’s. O começo da “Road to Wrestlemania” é onde os fãs mais podem se surpreender. A propósito, eu não coloquei a Chyna na lista porquê ela ganhou uma Battle Royal pela vaga em 1999, logo, a entrada dela foi marcante, mas o público já sabia que ela estaria lá. Sem mais delongas, vamos ao artigo:

AJ Styles (Royal Rumble de 2016)

Por muitos anos os fãs de pro-wrestling ficaram se perguntando quando iriam ver AJ Styles na WWE e essa resposta lhes foi dada durante o Royal Rumble de 2016, quando Styles entrou como número três.

Nomes como Samoa Joe e Finn Bálor haviam sido contratados antes mas foram mandados para o NXT, deixando os fãs em choque ao ver que Styles não foi primeiro ao NXT. Logicamente que ele se tornou uma grande estrela da empresa em pouco tempo e acreditem ou não, desde aquele dia, ele possui uma das maiores ovações do público no Rumble.

Chris Jericho (Royal Rumble de 2013)

Jericho é sem dúvidas um dos lutadores mais carismáticos da história. No ano de 2013, muitos boatos diziam que o Y2J estaria na luta. A banda de Jericho, Fozzy, havia terminado uma turnê recentemente, então a expectativa dos fãs estava bem alta para sua aparição.

Para a infelicidade dos fãs, Jericho deixou claro em suas redes sociais que não estaria no Rumble, ledo engano. Dia de Rumble, chega a hora do participante número dois entrar e quem era ? Exato, Jericho. O futuro Le Champion durou 48 minutos no ringue, mostrando que a habilidade dele estava em dia.

Kharma (Royal Rumble de 2012)

Kharma, também conhecida como Awesome Kong, foi uma das lutadoras mais desperdiçadas pela WWE. Ela brutalizou todas as mulheres da divisão feminina antes de anunciar que estava grávida e sair de licença. Contando também com uma tragédia familiar, ela precisava de um tempo longe dos ringues.

Quando ela voltou no Royal Rumble, o público foi a loucura. Ela aterrorizou Michael Cole e até eliminou Hunico antes de ser eliminada por Dolph Ziggler. Sendo a terceira mulher a participar do Rumble após Chyna e Beth Phoenix, Kharma fez história.

Three Faces of Foley (Royal Rumble de 1998)

Nesse aqui eu vou colocar três personagens em um tópico porquê essas entradas foram muito incríveis. Cactus Jack começou como número 1 e foi eliminado por Chainsaw Charlie como o segundo eliminado.

A surpresa aconteceu quando Mankind apareceu como número 16, sendo eliminado por Goldust e posteriormente quando Dude Love apareceu como número 28. Pareceu que a persistência de Foley ia dar resultado quando Dude Love apareceu, mas nada poderia parar Stone Cold Steve Austin. Consequentemente, Foley nunca ganhou um Rumble.

Rey Mysterio (Royal Rumble de 2018)

O multi-campeão Rey Mysterio foi um dos maiores Cruiserweights na história do pro-wrestling, tendo inspirado vários jovens em todas as empresas que passou. O lutador mascarado havia saído da WWE três anos antes e passou esse tempo lutando em outras empresas, sempre buscando melhorar.

Quando ele tomou a decisão de voltar para a WWE, ele fez isso de um dos jeitos mais marcantes possível. Quando a contagem para revelar o número 27 acabou e a música tema de Mysterio começou a tocar, o público foi ao delírio, marcando o retorno da lenda.

John Cena (Royal Rumble de 2008)

Hoje em dia nós sabemos que John Cena é um lutador diferente de todos os outros e isso ficou claro quando ele retornou muito mais cedo de uma grave lesão no peitoral. De algum jeito, a WWE conseguiu esconder que ele seria o número 30 do Rumble de 2008, e quando a música de Cena tocou, o público do Madison Square Garden explodiu.

Cena entrou na luta e foi acabando com todos em seu caminho. Logo, ele acabou indo até o final, ficando frente a frente contra Triple H. Os dois tiveram uma boa luta de oito minutos que acabou quando Cena aplicou um FU em Triple H, o eliminando do ringue e vencendo a luta. Esse é um dos momentos mais marcantes da carreira de Cena.

Edge (Royal Rumble de 2010)

Tendo sofrido uma lesão no calcanhar alguns meses antes do Rumble, poucos esperavam ver Edge no Royal Rumble de 2010. Todos achavam que seria muito cedo pra ele voltar, mas quando a música de Edge tocou, todos ficaram em choque.

O Rated R Superstar fez um impacto muito grande, aplicando um spear e eliminando seu antigo parceiro Chris Jericho. Edge venceu a luta, indo enfrentar Jericho na Wrestlemania pelo World Heavyweight Championship. Mesmo tendo perdido na Wrestlemania, sua participação no Rumble continua sendo uma das mais marcantes.

Roddy Piper (Royal Rumble de 2008)

Após se aposentar, Roddy Piper voltou após anos a um ringue da WWE, continuando sua antiga feud com Jimmy Snuka que por coincidência também estava naquela luta. Literalmente todos os outros lutadores pararam pra assistir a briga dos dois.

Não que uma luta de dois caras com 60 e poucos anos tenha sido algo incrível, mas foi um ponto nostálgico do Rumble. Tudo acabou quando Kane entrou e eliminou as duas lendas do ringue.

Bubba Ray Dudley (Royal Rumble de 2015)

Depois de ter passado um bom tempo, quase 10 anos, na Impact/TNA Wrestling, a metade dos Dudley Boyz, Bubba Ray Dudley retornou para a WWE, fazendo uma aparição especial no Royal Rumble de 2015 que ocorreu justamente na cidade que o tornou famoso, Philadelphia.

Após isso, o herói da ECW inevitavelmente se juntou ao seu antigo parceiro D-Von Dudley e juntos tiveram uma última passagem completa pela WWE. Em 2018 a dupla foi introduzida ao Hall of Fame.

Beth Phoenix (Royal Rumble de 2010)

O Royal Rumble de 2010 foi cheio de surpresas, e a Glamazon certamente foi uma das menos esperadas delas. Sendo somente a segunda mulher a participar do Royal Rumble na história até aquele momento, ninguém estava esperando que ela fosse aparecer.

Enquanto CM Punk estava dominando o combate naquele momento, Beth chocou todos ao beijar e eliminar The Great Khali, criando um dos momentos mais únicos na história do Rumble. Infelizmente, ela acabou sendo eliminada por Punk. Felizmente, ela voltou em 2018 para participar do primeiro Royal Rumble feminino da história.

Além dos citados, muitas aparições merecem ser citadas, como: Diesel, DDP, Nia Jax, Mr.Perfect, Triple H, Mil Mascaras, Booker T e vários outros. O que acharam do artigo ? Até mais!