HOW Fantasy – Chapter 19: “O herói eventualmente retorna!”

Fábio Pontes 25/04/2020

Na noite do próximo sábado, dia 25 de abril, a House of Wrestling realiza mais um dos seus capítulos semanais diretamente do Wolstein Center em Cleveland, Ohio.

Estas são as lutas anunciadas: 

  • Main Event – Non Title Match: Intercontinental Champion Keith Lee vs Kyle O’Reilly
  • Singles Match: Zack Sabre Jr vs Shinsuke Nakamura
  • Singles Match: Elias vs MVP
  • Singles Match: Dolph Ziggler vs Randy Orton
  • Singles Match: Enzo Amore vs Matt Hardy
  • Triple Threat Match: Mankind vs Will Ospreay vs Willow the Wisp

Estes são outro destaques anunciados: 

  • Chris Hero vai estar presente para abordar a luta entre Shane Strickland e Sami Zayn no HOWnniversary.
  • O Pure Champion Kevin Steen vai abordar os constantes desafios pelo seu título.
  • AJ Styles vai falar sobre o seu brutal ataque a Luke Harper na semana passada.
  • O lutador do UFC Gunnar Nelson vai estar presente para abordar o seu desentendimento com Adam Page.

Confira tudo isso e muito mais, sábado, a partir das 18h, aqui na House of Wrestling.

Cobertura: 

E estamos de regresso com mais um show à medida que nos aproximamos do tão aguardado HOWnniversary. Após algumas pirotecnias, os nossos comentaristas falam um pouco dos que no espera, mas acima de tudo, falam sobre o que aconteceu no final do último Chapter, onde AJ Styles atacou brutalmente Luke Harper depois de ser derrotado pelo mesmo. Eles avisam que o Atlas Champion não estará presente neste show por não estar liberado pelos médicos da empresa. 

Toca “Phenomenal” e AJ Styles realiza a sua entrada até ao ringue sob enormes vaias vindas dos fãs presentes em Cleveland. Ele caminha tranquilamente e, antes de entrar, vai pegar um microfone para discursar.

Styles: O que vocês viram na semana passada foi uma prova da minha grandiosidade. Luke Harper ali caído sobre destroços só mostrou a figura patética que ele realmente é e, se acham que ele se provou melhor que eu por me vencer, então vocês estão muito enganados. E sabem porquê? Porque todos nesta arena, quer admitam ou não, sabem que ele nunca conseguiria bater o “Phenomenal” duas vezes seguidas. Harper não passa de um monstro brincando de campeão e nunca terá o meu respeito, por isso o ataquei daquela forma. E devo dizer que foi *Too Sweet* – ele faz o gesto enquanto fala.

Styles: Tenho sérias dúvidas quanto a você, grandalhão, pois você nunca consegue vencer duas lutas seguidas. Isso aconteceu quantas vezes nos últimos oito meses? Uma? E olhe que os seus adversários nem eram assim tão fortes quanto se devia esperar. De uma forma ou de outra, eu espero por você na próxima semana neste ringue, isso se você tiver coragem suficiente para o fazer novamente, pois convenha dizer que você foi destruído por alguém com metade do seu tamanho. Eu sei que você se quer vingar das minhas ações, então apenas apareça e mostre que você é realmente um campeão e não um indivíduo com falsas esperanças.

Styles atira despreocupadamente o microfone para perto da mesa de comentaristas e abandona a arena sob vaias dos fãs presentes.

Comerciais…

Toca “SAWFT Is a Sin” e Enzo Amore realiza a sua entrada até ao ringue, sendo seguido por Matt Hardy que aparece com “Still Unbroken”. Ambos estarão realizando o seu debut na empresa.

Singles Match: Enzo Amore vs Matt Hardy

(9:04) Numa luta bastante equilibrada, Enzo acabou ao sai por cima ao aplicar um Roll-Up seguido da contagem de três do árbitro.

Vencedor: Enzo Amore

O “Certified G” comemora a sua vitória no ringue com pequenos aplausos durante algum tempo.

Por alguns instantes, vemos Roman Reigns caminhando no backstage, porém o mesmo acaba sendo atacado por Jimmy Havoc. O “Suicidal” o atira por diversas vezes contra a parede do corredor, o deixando inconsciente. Logo após isso, ele pega na sua cabeça e fala na sua cara.

Havoc: Roman Reigns, se sinta afortunado, pois foi escolhido como a primeira vítima da minha ressurreição!

Ele bate com a nuca de Reigns por mais algumas vezes naquela parede antes de abandonar o local bastante irritado.

Comerciais…

Toca “Blue on Black” e Elias surge com o seu violão em direção ao ringue, onde vai lutar pela primeira vez na empresa. Ele o pousa encostado à apron enquanto o seu adversário, MVP, realiza a sua entrada ao som de “Return Of Ronin”.

Singles Match: Elias vs MVP

(6:04) Elias realizou uma prestação bastante dominante nesta sua estreia e, consequentemente alcançou a vitória após aplicar um Drift Away.

Vencedor: Elias

Elias comemora a sua vitória no ringue enquanto vemos John Cena sendo entrevistado por Renee Young no telão.

Young: Seja bem-vindo, John, os fãs querem saber quais planos reserva para um futuro próximo.

Cena: Obrigado por me receber, Renee. Quanto aos planos, todos vocês sabem que não fiquei nada satisfeito por ser derrotado por The Miz no Elimination Chamber, especialmente porque isso me custou a chance de me tornar Intercontinental Champion no HOWnniversary. – neste momento, Elias ao ver aquilo pega rapidamente no seu violão e se dirige até ao backstage de forma rápida – Foi uma só derrota que estragou o meu momentum, mas eu irei mostrar aos chefões da empresa que erraram em não me dar diretamente essa chance, pois eu irei derrotar qualquer lutador que se oponha a mim para a receber. E, quando isso acontec…

Neste preciso momento, vemos Elias atingindo as costas de Cena com o seu instrumento, o fazendo cair no chão. Renee Young abandonou rapidamente o local com medo de ser atingida, deixando o microfone cair no chão do local. Elias pega nele e diz algumas palavras para Cena.

Elias: Espero que saiba que os seus atos têm consequências, John, e que ninguém interrompe Elias sem sair impune!

O “Drifter” atira os destroços do violão que ainda segura para cima do seu rival antes de abandonar o local.

Comerciais…

Toca “Schizophrenic” e Mankind realiza a sua entrada até ao ringue. Will Ospreay vem de seguida com “5 or 8”. Por fim, é Willow the Wisp que aparece com “Willow’s Way”.

Triple Threat Match: Mankind vs Will Ospreay vs Willow the Wisp

(8:39) Numa luta que contou com alguns estilos diferentes, Mankind usou toda a sua experiência para obter a vitória sobre Willow após lhe aplicar um Butterfly DDT.

Vencedor: Mankind

O veterano comemora no ringue durante algum tempo. Voltamos ao backstage, desta vez é o lutador de UFC, Gunnar Nelson, que está com Renee Young.

Young: É sempre bom receber uma grande personalidade de outro esporte aqui na empresa, mas, como todos viram, você teve um desentendimento com Adam Page após a sua luta com John Cena. O que quer dizer sobre isso?

Nelson: Adam Page…me surpreende a ousadia desse fedelho que se atreveu a me empurrar na semana passada. Todos sabem que eu teria desfeito a sua cara se os seguranças não se tivessem colocado à minha frente, mas eu terei mais chances de fazer isso no futuro. No UFC eu possuo poucos desafios à minha altura, então quem sabe, talvez eu faça uma gracinha aqui em um dos vossos ringues e isso ajude a elevar o nome da minha grande nação. Adam, veremos se você terá tanta ousadia na próxima semana, pois eu o desafio a ir até ao ringue e dizer o que pensa de mim na cara…e talvez me tentar empurrar uma vez mais. Mas saiba, se o fizer, você sairá como um homem morto!

Renee dá a entrevista como terminada e nos manda para um curto intervalo.

Comerciais…

As luzes da arena se apagam por alguns instantes até começar a ecoar “Judas”. Chris Jericho realiza o seu retorno à empresa após algum tempo ausente e se dirige até ao ringue pronto para discursar.

Jericho: O Y2J está de volta, baby! Durante muito tempo, o maior lutador que esta indústria já viu se ausentou, mas decidiu que, nesta noite, estaria na hora de retornar a este ringue. Já estava farto de ver idiotas a tentar desempenhar as minhas funções e a falhar… bem, como completos idiotas. Nenhum lutador está acima do nível do Y2J, pois eu represento o apogeu do Wrestling. Seja em que país estiverem, basta falarem no nome desta indústria que as pessoas imediatamente associam a Chris Jericho. Porra, eu sou como um Deus para vocês! Talvez vocês não tenham visto o meu melhor na primeira passagem por esta empresa, mas está na hora de mostrar porque eu sou o verdadeiro “Best in the World”, ao contrário de certas pessoas que se fazem passar por isso. Desta vez, eu não irei só subir constantemente a este ringue, pois eu quero títulos, e lanço desde já o aviso aos campeões de que acabarei indo atrás deles mais cedo ou mais tarde. Por agora…

O “Y2J” é interrompido por Jon Moxley que entra ao som de “Unscripted Violence”. Ele caminha de forma rápida até ao ringue, encarando ferozmente Jericho até este decidir sair do ringue para evitar um possível ataque. Moxley pede um microfone para falar para Jericho.

Moxley: Best in the World? A fugir assim? Não brinque conosco, velhote. Você esteve fora para tentar fazer que as pessoas esquecessem a sua incompetência e assim voltar sendo “importante”, mas a mim não me engana. – irritado com o discurso, Jericho grita “Quem você pensa que é?” – Quem eu penso que sou? Hmm, deixe-me ver… – Moxley fala cada vez mais irrequieto – Eu sou Jon Moxley, aquele que irá destruir cada um dos lutadores daquele locker room lá atrás sem qualquer tipo de escrúpulos. Mas você pode apenas me tratar por Jon, até porque a sua opinião não me interessa minimamente. Eu apenas quero saber de brigar neste ringue e parece que você é um sortudo, pois a sua boca de trapos me irritou severamente para o colocar no topo da lista de alvos a abater. Então, Jericho, considere o aviso feito, porque eu não aviso como e quando ataco, apenas mantenha os seus olhos abertos!

Moxley atira descaradamente o microfone para um lugar aleatório e abandona a arena rapidamente. Ele se cruza com o próprio Jericho, mas nem uma troca de olhares é feita. O Y2J fica olhando para ele indo embora antes da transmissão ser cortada.

Comerciais…

Assistimos de forma rápida ao que aconteceu com Zack Sabre Jr na semana passada, onde atacou de forma brutal Seth Rollins e confrontou sem medos Leonardo. O britânico realiza a sua entrada até ao ringue sob enormes vaias enquanto os comentaristas informam que Rollins sofreu algumas lesões graves, das quais se destacam um entorse e luxação no cotovelo e algumas pequenas fraturas, tudo no seu braço direito. O seu adversário de hoje, Shinsuke Nakamura, surge de seguida com “The Rising Sun”.

Singles Match: Zack Sabre Jr vs Shinsuke Nakamura

(2:35) Sem qualquer tipo de resposta do adversário, ZSJ controlou durante o pouco tempo que a luta durou. Por um curto instante, Nakamura ainda tentou reagir, mas o britânico cuspiu na sua cara sem escrúpulos e aplicou um Dragon Suplex seguido de um Article 50 que obrigou o japonês a desistir. 

Vencedor: Zack Sabre Jr

Após a luta terminar, ZSJ mantém a submissão presa por mais algum tempo. O árbitro tenta fazê-lo largar, pois o japonês se encontra gritando de dor, no entanto, o “Technical Wizard” só larga quando quer. O oficial checa o estado de Nakamura, porém abandona o ringue quando vê ZSJ trazendo uma cadeira no exterior, com a qual atinge várias vezes o braço do japonês. Ele só para o ataque quando toca “Cult of Personality” e CM Punk corre até ao ringue sob aplausos, mas mesmo assim, ZSJ não arreda pé e permanece no ringue encarando Punk. Este último acaba pedindo um microfone para discursar.

Punk: Mas que raios vem a ser isto, Zack? O que se passa com você? Antes você era alguém humilde quando vinha a este ringue, mas parece que Seth Rollins entrou na sua cabeça e mudou a sua maneira de ser. Agora parece que você apenas quer destruir os seus rivais sem se preocupar com nada. E sabe uma coisa? Isso me repugna! Eu não me meti no meio da sua rivalidade com Rollins, pois sabia que não tinha nada a haver com ela, mas agora sinto-me obrigado a intervir, pois parece que ela se expandiu para o restante roster. Você precisa de alguém que lhe traga de volta à realidade e eu lhe garanto que essa pessoa serei eu. Então, se você quiser atacar alguém novamente com essa brutalidade, você terá que passar por mim, pois eu aparecerei para o impedir. 

Durante todo o discurso, ZSJ não pareceu minimamente intimidado e, após essas palavras, ele apenas ignorou Punk e lhe deu um encosto de ombro antes abandonar a arena sob vaias. Punk permanece no ringue e parece não ter ficado satisfeito com essa reação, ajudando depois os médicos a checar o estado de Nakamura.

Comerciais…

Toca “Unsettling Differences” e o Pure Champion Kevin Steen realiza a sua entrada até ao ringue sob vaias, onde irá abordar os constantes desafios ao seu título.

Steen: Durante as últimas semanas, eu tenho visto e ouvido inúmeros desafios para este cinturão que porto. No entanto, não vi nenhum desses lutadores se chegar à frente e me desafiar cara a cara, portanto é como se não o tivessem feito. Lá no fundo, eles sabem das consequências que terão ao me enfrentar, então preferem apenas falar nas minhas costas. E depois ainda usam isso para me tentar difamar ao dizer que não defendo o meu título, já viram a injustiça que eu sofro? Mas para provar que eu sou um campeão que defende, vamos lá ver quem se atreve a vir até este ringue. 

Passados alguns segundos, toca “Club to Another World” e Angel Garza entra em direção com um pop dos fãs.

Garza: Eu não tenho medo de subir a este ringue com você, e você deveria saber isso muito bem, Kevin. Nas últimas semanas, eu tenho me destacado ao derrotar os meus oponentes, por maiores e mais fortes que sejam. Nunca tive direito a uma oportunidade valendo títulos, então acho que está na hora de ter uma. Kevin, você contra mim, no HOWnniversa…

O mexicano é interrompido por Dolph Ziggler que surge com “Here to Show the World” e sobe no ringue para confrontar ambos os lutadores.

Ziggler: Calminha aí, chihuahua – público dá leves risadas – que esta conversa também me interessa. Todos sabem que a luta contra CM Punk abriu os meus olhos para coisas que nunca tinha imaginado e que isso mudou a minha forma de ser. Um dos meus objetivos é apagar os erros cometidos no passado e se bem se recorda, Kevin, nos enfrentamos recentemente. Desta vez, eu prometo que não vou desiludir e irei obter o ouro que você…

Desta vez foi Christian que surgiu ao som de “Just Close Your Eyes” e se dirigiu até ao ringue para confrontar Steen.

Christian: Kevin, você sabe o quão eu quero me tornar campeão, pois já o deixei bem claro em promos passadas, então não vamos adiar o inevitável. Todos os meus peeps – público dá um pop – sabem que eu mereço essa chance há muito tempo e querem me ver a lutar por esse título que você tem no seu ombro.

Sem grandes demoras, e sem música, Adam Cole, o homem que perdeu para Christian na semana passada após bater com a cabeça e ficar inconsciente fora do ringue, aparece e fala ainda na rampa.

Cole: Calma aí, Christian, que nós ainda não resolvemos os nossos assuntos. Você sabe muito bem que apenas venceu na semana por causa daquele incidente e que, se não fosse ele, você teria sido derrotado. Se você merece uma chance por esse título, então eu também a mereço!

Acabado de entrar no ringue, toca “Bruiserweight” e Pete Dunne surge com um pop dos fãs, se dirigindo até ao ringue e ficando frente a frente com o campeão de modo a confrontá-lo.

Dunne: Motivos? Eu não preciso de motivos ao contrário destes aqui! Eu quero uma chance por esse título e, quer você queira ou não, irá me dar ela. Todos sabem que o “Bruiserweight” é de poucas palavras, mas, quando quer algo, mostra ao seu rival porque é conhecido como uma das maiores potências britânicas. Então não recuse o meu desafio, senão irei atrás de você até receber essa minha chance. 

Tudo fica em silêncio por alguns segundos, parece que mais ninguém irá aparecer. Com isso, Steen toma a vez.

Steen: Já terminaram? Eu apenas tenho uma coisa a acrescentar a esse vosso pobre discurso…NÃO!

Sem mais explicações, o canadense abandona o ringue e sobe a rampa, porém toca “No Chance” e Leonardo surge no topo da mesma. 

Leonardo: Parece que temos aqui uma situação para resolver, não é Kevin? Cinco combatentes querendo disputar o seu cinturão e você negando a chance deles. Sabe, eu poderia vir aqui com um discurso e um rival para você enfrentar no HOWnniversary, mas, vendo o que se passou aqui, parece que não o terei que fazer. Apenas lhe quero informar que você não irá enfrentar nenhum daqueles homens – Steen solta um sorriso irônico – VOCÊ VAI ENFRENTÁ-LOS A TODOS! EM UMA LADDER MATCH! 

Em poucas palavras, a expressão positiva de Steen passou a ser de irritação. O público solta um grande pop enquanto o campeão abandona imediatamente a arena. Os lutadores no ringue ficam se encarando para dar fim ao segmento.

Comerciais…

Já com Dolph Ziggler em ringue, Randy Orton realiza a sua entrada ao som de “Voices”.

Singles Match: Dolph Ziggler vs Randy Orton

(0:15): A luta tem seu início com Orton partindo pra cima de Ziggler, Orton tenta realizar o grapple mas Ziggler consegue escapar, Orton tenta novamente o grapple mas Ziggler dessa vez saí do ringue para tentar anular o jogo de Orton.

(0:40): A contagem do juiz já estava ficando próxima de chegar ao 10, e Ziggler ainda estava lá fora, então ele parecia ir para dentro do ringue mas foi só uma ameaça mesmo, Orton acaba sendo fintado por Ziggler que se aproveita da situação e sobe na apron e realiza um Hot Shot em Orton que cai para trás, Ziggler vai tentar um Flying Clothesline com auxílio das cordas… Mas Orton reverte em um Scoop Powerslam! Orton tenta o pinfall mas Ziggler saí ainda no 1.

(2:30): Orton tinha o “controle” da luta, acabava tomando a maioria das iniciativas, mas Ziggler não se dava como vencido anulando os golpes mais fortes Orton, em um desses golpes Ziggler se via caído no ringue após um Clothesline de Orton, Ziggler estava sem muitas opções de defesa, principalmente quando o golpe é o Punt Kick, Orton tenta realizar o golpe, mas era muito cedo e Ziggler conseguiu escapar, mas ele se precipita e tenta um Superkick que Orton anula facilmente segurando o pé de Ziggler. Orton logo dá uma joelhada na coxa de Ziggler que sente o golpe e deixa espaço para um Gutwrench Neckbreaker de Orton, que vendo seu oponente caído no chão realiza a sua taunt.

(3:54): Ziggler era castigado por Orton que tentou o jogar no corner mas dessa vez Ziggler reverte e quem fica no corner é Orton, Ziggler sem perder tempo realiza um Corner Splash seguido de um Neckbreaker, e dessa vez é Ziggler que realiza sua taunt.

(5:37): Ziggler tinha acabado de falhar numa tentativa de um Superkick, acabou deixando brecha para Orton que realizava vários golpes, em um desses golpes acabou sendo um Inverted Headlock Backbreaker que deixa Ziggler caído sentindo muitas dores nas costas, Orton tenta erguer Ziggler que faz uma cera e finge que o golpe foi mais forte que o recebido apenas para ganhar tempo.

(7:48): Após Orton tentar arremessar Ziggler para fora do ringue, o Show Off se segura nas cordas e evita, logo Orton chuta o estômago de Ziggler e o prende na posição de um Rope Hung DDT, mas antes de Orton realizar o golpe Ziggler consegue escapar e realizar um Small Package mas Orton saí ainda no 1. Orton furioso tenta um RKO, MAS ZIGGLER REVERTE NUM SLEEPER HOLD! Orton resiste o golpe com facilidade tira o braço de Ziggler e arremessa o Show Off para sua frente, logo depois disso o The Viper chuta as costas de Ziggler.

(10:00): A luta estava se tornando muito imprevisível, ambos os lutadores travavam uma grande batalha para decidir o vencedor da luta, chegou um momento que os dois realizam um Dropkick no mesmo segundo e acabam anulando um ao outro, mas logo depois disso Orton acerta um European Uppercut e perecia ter deixado Ziggler atordoado, e Randy Orton vai tentar novamente o RKO MAS ZIGGLER NOVAMENTE REVERTE E DESSA VEZ NUM ZIG ZAG! Orton havia deixado uma enorme brecha para Ziggler que não perde tempo e após Orton se levantar ele já aplica um Superkick e já vai realizar a contagem!

1…

2…

3!

Vencedor: Dolph Ziggler.

Ziggler comemora sua vitória no corner apontando para o letreiro do HOWA enquanto Orton já no lado de fora do ringue lamenta a derrota.

Comerciais…

E está na hora do combate principal da noite, que será revanche de uma das lutas que aconteceram no Elimination Chamber. O Intercontinental Champion Keith Lee é o primeiro a realizar a sua entrada com um bom pop ao som de “Limitless”. Logo de seguida, toca “Lightning & Thunder” e é Kyle O’Reilly quem entra.

Non-Title Match: Intercontinental Champion Keith Lee vs Kyle O’Reilly

(1:00) O gongo soa, mas Kyle O’Reilly rola rapidamente para o ringside e toma seu tempo para se aquecer enquanto o novo campeão Intercontinental chama o apoio da crowd presente que canta “Bask In His Glory”.

Keith Lee abre seus braços no centro do ringue para aplausos da crowd – O’Reilly tenta acelerar para o apron – o campeão prevê a estratégia e corre para próximo das cordas e pega o Master of Pain pelo pescoço! O Perfecting The Style consegue o Eye Rake que cega o campeão! O  canadense prende o texano com um Rope-Hung Cross Armbreaker! O árbitro faz a contagem rápida e Kyle solta e entra no ringue jogando Keith Lee de ombro contra o poste do ringue oposto!

(3:45) O Limitless One reverteu o Kimura Lock do Master of Pain com um Overhead Belly-to-Belly Suplex para o ringside! Lee tentou acelerar no ringside contra o rival próximo às barricadas, mas O’Reilly consegue se jogar para longe e o campeão atravessa a barricada com violência e cai na área do cronometrista! 

O’Reilly dessa vez não tenta vencer na contagem do árbitro, Lee se recupera lentamente do acidente mas O’Reilly mergulha com um violento Apron Diving Knee Strike! O Perfecting The Style termina o ataque jogando o campeão com um Hammerlock preso contra a escada de ferro!

(10:35) O ex-campeão não mostrou medo e puniu o atual campeão com seu Muay Thai apurado focando em seus braços. O’Reilly prendeu um dos braços de Lee entre as cordas e acelerou contra as cordas opostas e se lançou com um Front Drop- LARIAT DE LEE! O Limitless tenta recuperar o controle do combate e acelera contra as cordas op-KYLE ACOMPANHA E ACERTA O CAMPEÃO COM UM HIGH KNEE CONTRA AS CORDAS! O’Reilly acelera contra as cordas opostas – RUNNING CROSSBODY DE LEE! Os dois continuam caídos após o impacto e a crowd aplaude a sequência!

O campeão Intercontinental escala a terceira corda com dificuldades e se posiciona – AWEEEEEEEEEEEEEEESOME ecoa! “I Came To Play” toca e The Miz desce a rampa com um sorriso ardiloso, batendo palmas para o campeão Intercontinental, que se enfurece! Miz rouba o cinturão Intercontinental que estava no corner inicial do campeão e o carrega para a mesa dos comentaristas e se junta à transmissão!

No ringue, o Master Of Pain se recupera com um Jumping High Knee e nocauteia o campeão! KOR escala a terceira corda e soca as costas do campeão – Lee tenta responder com um estrangulamento – O’Reilly pula para o apron com um Single Arm Takedown nas cordas! O Limitless agoniza tentando proteger seu braço! O Perfecting The Style escala a terceira corda e MEU DEUS! AVALANCHE CROSS ARMBREAKER NO GRANDALHÃO! Miz se assuta com a queda e o árbitro também! O Awesome One vai ao apron, preocupado com o andamento do combate!

O’Reilly manda o árbitro questionar o campeão e força mais a submissão! Ele abandona o hold desesperado e monta em Lee e o acerta com ground and pounds de Muay Thai e vai para o Cross Armbreaker de novo! Lee se desespera!

(12:45) O campeão resistiu no finalizador por um minuto e depois recuperou seu momentum para alcançar as cordas – mas Miz puxou elas na direção oposta e deu tempo para O’Reilly fazer a transição em um Triangle Choke!

O Limitless consegue reverter com um Sidewalk Slam! Lee se levanta furioso e esmaga O’Reilly com mais um Sidewalk Slam! Ele vai repetir o Sidewalk Sl- o Master of Pain consegue o Backflip no ar e aterrisa com um Roundhouse Kick que atordoa o campeão! KOR completa com o Rush Combination finalizando com um forte Knee Strike!

O’Reilly realiza o sinal da degola e prepara para o Brainbust- Lee consegue reverter com um Ground Ze- o Perfecting The Style reverte com um Guillotine Choke! O campeão desaba no corner mas O’Reilly não larga! The Miz puxa o árbitro pelas pernas e o joga para o ringside! Ele entra no ringue com o cinturão Intercontinental! O Master of Pain larga o campeão e questiona o A-Lister, que o provoca e corre com o cinturão como um equalizador- POUNCE!!! Keith Lee arremessa O’Reilly em cima de Miz! O Limitless agarra Miz pelo pescoço e encara a crowd que pede por um Grizzly Mag- Miz se desespera e arranha os olhos do campeão e se joga no apron! Miz manda O’Reilly aproveitar e o canadense se joga com um Sleeper Hold – Lee reverte em um rápido Ground Zero acertando os pés de O’Reilly na cara de Miz que cai no ringside!

(14:00) Miz cata cavaco e cai na rampa assustado com a força do campeão que esmaga O’Reilly no centro do ringue com um Spirit Bomb enquanto encara o Awesome One e…

.

.

1!

.

.

2!

.

.

3!

Vencedor: Keith Lee

O “Limitless” comemora a sua vitória no ringue com KOR ainda estendido. Fora dele, Miz parece ainda assustado com o que aconteceu, demonstrando também alguma irritação.

Comerciais…

Após anunciar a sua aposentadoria, toca “Chris is Awesome” e Chris Hero entra em direção do ringue com um estrondoso pop dos fãs que começam a cantar o seu nome. Ele olha em seu redor por alguns instantes para sentir bem o ambiente antes de começar a discursar, os fãs cantam “Welcome back”.

Hero: Obrigado a todos por esta reação, a sério. Não posso mentir, eu sentia saudades de romper o stage em direção do ringue sob os vossos aplausos. Foi algo que me acompanhou durante toda a carreira e uma das coisas que mais sinto falta na minha vida. Tudo poderia ter corrido bem ao longo das últimas semanas, porém Sami Zayn não permitiu que assim fosse, pois me atacou de forma brutal na noite em que anunciei a minha despedida. Poderia ter regressado a este ringue para me vingar dessas ações, mas eu sou um homem de ideias fixas e, por esse motivo, mantenho a minha decisão de ficar aposentado. 

Hero: No entanto, não estou aqui para falar de mim e sim do combate principal do HOWnniversary, no qual será disputado o HOW Championship com Shane Strickland enfrentando Sami Zayn. Podia vir até aqui rebaixar o meu antigo parceiro por aquilo que me fez, mas não o farei. Como wrestler, sei que ele é bastante capaz neste ringue e que poderá ser talvez a maior ameaça que Shane Strickland enfrentou no seu longo reinado. A sua técnica combinada com poder de explosão fazem dele um lutador bastante imprevisível e que pode virar o jogo a seu favor em um piscar de olhos. Por outro lado, temos o “Swerve”, um lutador determinado em manter posse do seu cinturão e que pode ser bastante calculista nos riscos que corre durante a luta. Tudo aquilo que ele vem representando mostra o que o protótipo do wrestler perfeito pode ser, e isso o colocou num patamar quase inultrapassável. Como fã desta modalidade, posso dizer que estou super motivado para assistir a luta, pois sei que tem potencial para ser inesquecível. Se cumprir com aquilo que estão promovendo, podemos estar prestes a testemunhar a melhor luta do ano. Será para…

Tudo parecia estar a correr bem, porém toca “¡Olé!” e Sami Zayn aparece acompanhado por Robert Roode. Ambos os lutadores descem a rampa e ficam no fim dela enquanto Zayn discursa.

Zayn: Olha vejam só se não é o mais recente integrante do Lar de Idosos da House of Wrestling. Pensava que não meteria a vista em cima de você novamente, mas pelos vistos me enganei. Vejo pelo menos que você não distorce a realidade, pois disse apenas verdades sobre mim, mas não posso deixar a sua presença aqui passar impune. Parece que não deixei o trabalho concluído na outra vez, então vamos lá finalizar isto.

Roode e Zayn cercam o ringue, subindo na apron para atacar Chris Hero. A lenda da HOW parece indefesa, mas se prepara para o que vier. Ambos entram ao mesmo tempo e começam a atacar Hero com alguns socos e afins, no entanto, isso não dura muito tempo, pois toca “Swerve’s House” e o Shane Strickland corre em direção do ringue, os fazendo fugir. Já com os canadenses longe, o campeão ajuda o “Knockout Artist” a recuperar do ataque. Este, algo irritado, pega no microfone caído e diz algumas palavras para Zayn e Roode.

Hero: Sabes, Zayn, eu prometi a mim mesmo que não iria atrás de você apesar de me atacado antes. No entanto, após o que aconteceu aqui agora, eu cheguei a uma conclusão. Já que você terá Roode no seu corner, então eu anuncio oficialmente que estarei ao lado de Strickland no HOWnniversary para impedir qualquer tipo de trapaça sua!

Hero deixa o microfone cair no ringue enquanto encara fixamente Zayn enquanto é aplaudido pelos fãs. É com as duplas se encarando que o show é dado por terminado.

Fim de show.