HOW Fantasy: Chapter 13 – “Uma noite vilanesca?”

Fábio Pontes 29/02/2020

Na noite do próximo sábado, dia 29 de fevereiro, a House of Wrestling realiza o seu décimo terceiro capítulo a partir da Flanders Expo em Flanders, na Bélgica.

Lutas confirmadas:

  • Non-Title Match: HOW Champion Shane Strickland vs Marty Scurll
  • Singles Match: Matths vs Pete Dunne
  • Singles Match: Edge vs Shinsuke Nakamura
  • Singles Match: Keith Lee vs Yugi Nagata
  • Singles Match: Willow the Wisp vs CM Punk
  • Non-Title Match: Pure Champion Kevin Steen vs Matt Sydal
  • Singles Match: AJ Styles vs Adam Cole

Outros destaques:

  • Irá o atacante de Matthew Justice se revelar?
  • Chris Hero vai realizar um grande anúncio.
  • Quais as consequências da fuga de The Miz na sua luta contra Luke Harper?
  • O que sucederá a grande conquista de Kyle O’Reilly?
  • Quem mais vai entrar no Royal Rumble Match?

Nota: Podem promar até às 17h de sábado.

Confira tudo isso e muito mais, sábado, a partir das 19 horas, aqui na House of Wrestling.

Cobertura:

O show tem início na Flanders Expo com algumas pirotecnias que já se tornaram habituais. Após elas, os nossos comentaristas abordam alguns pontos do que aconteceu na semana passada e algumas das coisas que irão acontecer hoje, como: Strickland vs Scurll, um anúncio de Chris Hero ou Matths vs Dunne.

E é o Atlas Champion The Miz que vai dar início ao show desta noite junto à sua esposa Maryse. O “A-Lister” realiza a sua entrada ao som de “I Came To Play”, sendo recebido por enormes vaias dos fãs que relembram a sua fuga da semana passada na revanche de Luke Harper pelo título. 

Miz: Sejam bem-vindos ao segmento mais obrigatório deste show que conta com a participação do vosso AINDA Atlas Champion The Miz. – vaias ocorrem neste momento – Na semana passada, Leonardo achou que The Miz deveria oferecer a revanche pela qual Luke Harper chora há mais de um mês, no entanto, eu não acho que isso merecesse acontecer. Vamos ver aqui tudo o que Harper fez nos últimos dois meses nesta empresa, passem o vídeo.

No telão, é exibido um clipe que mostra a derrota de Harper para Shane Strickland valendo o HOW Championship, o mesmo a ser carregado vezes sem conta por Strickland na HOW Tag League, ele desistindo durante a final do referido torneio e, para terminar, a sua derrota para o próprio Miz no Royal Kingdom. O Atlas Champion solta um sorriso antes de recomeçar a falar. 

Miz: Oh pobre Harper, um cara com dois metros que é incapaz de se governar sozinho. Eu mostrei as provas de que ele não merece voltar a ter uma chance por este título, vocês ainda acham que a merece? – o público faz chants de ‘Yes’ – Bem, não importa a vossa opinião, pois eu que sou o campeão e que decido quando devo ou não defender este cinturão. Não existe ninguém que me possa obrigar a defendê-lo sem o meu consenti…

Neste preciso instante, ouvimos “No Chance” e Leonardo realiza a sua entrada até ao topo da rampa para delírio dos fãs presentes, eles parecem felizes por ter interrompido Miz.

Leonardo: Ora vejam só se não temos aqui o Atlas Champion The Miz. – o público vaia – Com que então você acha que não deve voltar a enfrentar Harper pelo título, não é? Eu acompanhei toda a vossa trajetória na empresa e sei que Harper é dos que mais merece receber uma chance por títulos. Ao contrário de você, que manipulou as imagens para parecer momentos de desilusão dele, eu sei o quanto talento ele tem e quão brilhante foi a sua jornada nos últimos tempos. Ao contrário de você, ele fez uma excelente prestação na HOW Tag League, você critica a sua desistência na final, mas onde estava você nessa altura? Ah, verdade, você já estava eliminado. Ao contrário de você, Harper nunca precisou de terceiros para vencer as suas lutas, fazendo tudo por si mesmo. E e por razão que eu estou oficializando uma nova revanche entre vocês os dois para o Royal Rumble. No entanto, eu conheço a sua tendência para fugir ou ter ajuda de Maryse, então essa não será uma luta normal. Vocês estarão fechados, sem fuga possível, sem interferências, quando se enfrentarem em uma Steel Cage Match! E mais uma coisa, caso você tente evitar essa luta, o seu contrato com a House of Wrestling será imediatamente terminado.

O público aplaude esta decisão de Leonardo, o patrão vira costas e sai com um enorme pop enquanto Miz começa a mostrar a sua frustração com essas decisões.

Miz: Você não pode fazer isso, sou eu que trago dinheiro para os seus bols…

De repente, as luzes da arena se apagam e, quando voltam, Luke Harper aparece nas costas de Miz. O público começa a gritar Holy Shit com a presença do “Backwoods Brawler”. O campeão se apercebe da sua presença e acaba por se virar, sendo atingido por uma Discus Clothesline. Harper pega no microfone para dizer algumas palavras.

Harper: Miz, no Royal Rumble, você vai enxergar a realidade que lhe fugiu no Royal Kingdom. Você não merece segurar este cinturão e, por esse motivo, eu irei derrotar você para o conquistar de volta. E, pouco tempo depois, eu irei participar no Royal Rumble Match para me tornar HOW Champion!

Os fãs aplaudem este curto discurso, já Harper pega no cinturão e o encara durante alguns segundos antes de abandonar a arena. Após isso, fazemos o primeiro intervalo da noite.

Comerciais…

Vamos agora para a primeira luta da noite. AJ Styles realiza a sua entrada ao som de “Phenomenal” sob alguns aplausos. Adam Cole vem logo a seguir com “Bad Reputation” e também recebe uma pequena ovação.

Singles Match: AJ Styles vs Adam Cole

(5:53) Numa luta que pouco prendeu a atenção dos fãs, AJ se esquivou de um Superkick e aplicou um Ushigoroshi antes de finalizar o combate com um Phenomenal Forearm.

Vencedor: AJ Styles

O “Phenomenal One” realiza algumas comemorações no ringue até irmos até aos bastidores, onde Renee Young está junto a Will Ospreay para uma entrevista rápida.

Young: Seja bem-vindo, Will. Você começou muito bem aqui na empresa, tendo inclusive alcançado uma streak de vitórias que se prolongou durante a HOW Tag League, no entanto, você perdeu para Dolph Ziggler na última semana. O que faltou para vencer essa luta?

Ospreay: Sabe, essa streak algum dia teria o seu fim, mas lamento que tenha sido para Ziggler, visto ele ser bastante arrogante. Até sou capaz de admitir que o desvalorizei um pouco e que talvez isso me tenha custado a derrota. Porém, a minha história com ele e mesmo Drew McIntyre, que se parece ter metido no meio, não ficou por aqui. Eu ainda vou vingar a minha derrota na semana passada. Mas antes e qualquer coisa, eu quero anunciar que eu irei participar no Royal Rumble Match. Obrigado pela entrevista, Renee, mas agora tenho que ir fazer ali tratar de uns assuntos importantes.

Ospreay abandona o local enquanto Renee Young nos envia para um intervalo.

Comerciais…

Vamos agora para a segunda luta da noite. Edge é o primeiro a entrar enquanto ouvimos “Metalingus”. O seu adversário, Shinsuke Nakamura, vem logo depois com “The Rising Sun”.

Singles Match: Edge vs Shinsuke Nakamura

(6:19) Numa luta relativamente rápida, Edge alcançou a sua primeira vitória na empresa após aplicar um Spear e realizar o pinfall.

Vencedor: Edge

O “Rated R-Superstar” celebra a sua vitória sob algumas vaias vindas dos fãs.

Somos enviados agora para um ambiente decrépito e escuro. Dá para enxergar a silhueta de Matthew Justice que se encontra iluminado por uma mera lâmpada que emite uma fraca luz. Ele ainda se ressente do ataque sofrido na semana passada às mãos de alguém misterioso e rapidamente se senta numa cadeira bastante antiga, da qual começa a discursar.

Justice: Alguém decidiu brincar com o insano e não foi capaz de revelar a sua face. Eu ainda não descobri quem foi que me atacou, mas prometo que irei descobrir e vingar desses atos covardes. Não importa onde te escondes, pois irás ser descoberto rapidamente e sofrer as consequências. Mas já que nos aproximamos de uma época mui especial, acho que tenho um anúncio a fazer. No próximo dia 14, a House of Wrestling irá realizar o Royal Rumble Match e, como anunciado por Shane Strickland, irá estar valendo o HOW Championship. Pois bem, eu declaro que estou dentro dessa batalha para coroar o campeão absoluto deste reino. Irei trazer alguma insanidade para todos perceberem o que Just…

A luz do habitáculo parece ter ido abaixo e deixamos de poder distinguir o que está à frente das câmeras, pois tudo está um autêntico breu. No entanto, são captados sons, provavelmente de algum ataque que esteja acontecendo novamente em cima de Justice. O barulho deixa de ser ouvido, mas, visto não ser possível ver nada, fazemos uma curta pausa.

Comerciais…

Nós regressamos ao local que estávamos anteriormente com a luz daquela mísera lâmpada se acendendo de novo. A câmara foca em Justice que se encontra encostado a uma parede com as mãos e pés atados, impossibilitando qualquer tipo de movimento de fuga. Ele se debate para soltar as cordas, mas não tem sucesso. De repente, uma segunda pessoa surge naquela divisão, não sendo minimamente reconhecida pois, a juntar à pouca luminosidade, ele está portando uma máscara que impossibilita o seu reconhecimento. Essa pessoa começa então a falar com uma voz abafada devido à máscara.

???: Era de mim que estavas à procura, Justice? Pois saiba que eu não escondo a minha identidade por medo, mas sim porque sei que esta não é a altura ideal para o fazer. tudo levará o seu tempo, tenha paciência e tudo fará sentido. Por enquanto, você ficará aí por mais algum tempo refletindo sobre aquilo que fez de errado nos últimos meses. Eu retornarei em breve, não se preocupe.

O ser misterioso solta uma risada e abandona o local. Justice se tenta libertar mais uma vez, porém não é bem sucedido. O segmento termina dessa forma.

Voltamos à arena, onde ecoa “Hero” e Seth Rollins aparece para uma enorme chuva de vaias dos fãs presentes. Enquanto o faz, vemos o Replay do seu turn sobre Zack Sabre Jr na semana passada. Ele dá uma volta ao ringue provocando a crowd antes de pegar em uma cadeira e num microfone para entrar em ringue. Ele posiciona a cadeira tal como na semana passada, no centro do ringue, e exige novamente um foco nele, que é alvo de bastantes vaias ainda.

Rollins: Vaiem-me o quanto quiserem, pois isso não mudará o facto que sou o lutador mais importante desta empresa. Eu sou o único que importa, não os vossos heróis, não Shane Strickland, não Zack Sabre Jr. Não sei qual a vossa surpresa pelo meu ataque na semana transacta, pois eu sempre fui assim, já todos me deviam conhecer. Nada nem ninguém se intromete entre mim e o sucesso e, quem o fizer levará com as devidas consequências. Vejam bem o Zack Sabre Jr, eu acabei com a sua masculinidade ao vivo na TV. Todos me deveriam agradecer por ter acabado com as próximas gerações daquela família fracassada. Ele é tão fraco que ainda está em casa a descansar do meu ataque ou, talvez, esteja com vergonha de mostrar a cara novamente. 

Rollins solta uma risada, a qual é acompanhada por mais vaias dos fãs.

Rollins: Mas deixemos de falar sobre esse britânico imundo que nunca deveria ter feito parte desta empresa sequer. Nós estamos aqui para falar de mim, Seth Rollins, e dos meus próximos passos. Como já é do conhecimento de todos vocês, idiotas, eu estarei fazendo parte do Royal Rumble Match que estará valendo o HOW Championship que pertence a Shane Strickland. Parece que os nossos caminhos irão se cruzar mais uma vez, não é Shane? Só que desta vez eu prometo que não irei ser derrotado por você. Não importa se eu sou o primeiro ou o último, no final da noite de dia 14, serei eu quem erguerá esse cinturão que tem á sua cintura. Quem estiver no ringue será iluminado pela minha presença e eliminado pouco depois. E, no fim, terei a House of Wrestling nas minhas mãos quando me tornar no seu campeão principal. – ele se levanta e ameaça ir embora, mas diz mais uma frase – E não criem expetativas sobre Zack Sabre Jr, pois acho que ele está sem saco para participar em uma luta dessas! 

Rollins solta mais uma risada, esta mais intensa, e caminha para fora da arena com as luzes da mesma a voltarem. Os fãs, como já seria de esperar, reagem com uma enorme chuva de vaias, especialmente depois daquela última frase por ele proferida.

Comerciais…

Toca “Unsettling Differences” e o Pure Champion Kevin Steen realiza a sua entrada até ao ringue sob vaias da plateia. Vemos algumas imagens da revelação do novo título na semana passada. De seguida, Matt Sydal aparece enquanto ouvimos “If I Were” e recebe alguns aplausos.

Non-Title Match: Pure Champion Kevin Steen vs Matt Sydal

(10:38) Kevin Steen dominou completamente a luta e tratou de causar o máximo dano ao seu adversário. No final, ele aplicou um Pop-Up Powerbomb mas, ainda insatisfeito, ergueu novamente Sydal e lhe aplicou um Package Piledriver antes de realizar a contagem até três.

Vencedor: Kevin Steen

Após a vitória, o canadense não comemora e vai pegar o seu título e microfone antes de regressar ao ringue. 

Steen: Eu tenho algumas coisas a dizer, mas, para isso, preciso que Kyle O’Reilly venha até ao ringue. Então, Kyle, vem até aqui!

E assim acontece, toca “Lightning & Thunder” e o novo Intercontinental Champion realiza a sua entrada até ao ringue já com um microfone em mãos.

KOR: Estou aqui, Kevin, o que foi? E já agora, boa vitór…

Steen rapidamente o corta e começa a falar sob vaias. Sydal ainda se encontra caído no exterior do ringue.

Steen: Sim, Kyle, eu sei que foi uma boa vitória, tal como todas as outras minhas, mas não é isso que quero conversar com você. Está vendo estes fãs aqui? – ele aponta para a crowd – Eles realmente não amam você! – ele recebe vaias por dizer isso.

Kyle: Outra vez essa conversa, Kev? Não acha que está sendo algo repetitivo?

Steen responde num tom agressivo.

Steen: Kyle, CHEGA! Você viu bem o que aconteceu na semana passada quando você derrotou Chris Hero para ganhar isso. – ele aponta para o IC – Eles começaram a vaiar você! Foi exatamente o que eu lhe disse vezes e vezes sem conta. Eles nunca o apoiaram realmente, eles se viraram contra você após ter derrotado o seu herói. Você está a tentar se esquecer disso, mas eu sei como você se sentiu na semana passada e como você ainda vive isso. Eu já fui ignorante como você no passado, mas abri os olhos e é isso que quero que você faça. Nenhum destes fãs merece minimamente a sua atenção!

Os fãs vaiam um pouco Steen antes de começarem a cantar o nome de O’Reilly. O Intercontinental Champion começa a olhar para eles fazendo isso até ser interrompido por Steen.

Steen: Kyle, não lhes dê ouvidos. Eles já mostraram que podem lhe espetar uma faca nas costas a qualquer momento, estão apenas a tentar apagar a sua traição para que você os perdoe. Mas sabe? Eu não deixarei que isso aconteça, pois eu estou aqui para o ajudar. Um momento.

O canadense sai do ringue e arremessa Matt Sydal de novo para dentro dele. Steen pega ele numa espécie de Sleeper Hold, estando ele ainda meio inconsciente para escapar. Então, o Pure Champion retorna a conversa sob vaias.

Steen: Você está vendo o Sydal aqui? Este é um dos heróis dessa gente, mesmo que tenha vivido só fracassos nesta empresa. Eu lhe vou dar a chance de decidir entre mim ou eles. Eu sei que você ainda está ressentido daquela traição na última semana, então espero que você tenha uma resposta concreta.

Steen pega agora Sydal em posição do mesmo poder ser atingido por um soco de KOR. Este, por sua vez, fica sem saber qual das opções escolher e apenas deixa o microfone cair ao chão. Ele fica encarando os fãs e Steen durante cerca de um minuto, totalmente perdido. A crowd grita incessantemente “Não faças isso”, no entanto, KOR apenas vira costas e parece ir embora até… socar Sydal. Parece que o Intercontinental Champion se fartou das reações dos fãs e decidiu se aliar a Steen. O público começa a vaiar ele, mas KOR apenas sai do ringue e caminha para fora da arena ainda com uma cara de perdido. No ringue, Steen solta uma risada com tudo o que aconteceu e recebe vaias por isso. Nós vamos para intervalo com o canadense erguendo o seu cinturão no ringue.

Comerciais…

Vamos novamente até Renee Young, a qual está junto a Roman Reigns.

Renee: Roman, os fãs querem saber porque abandonou Angel Garza na semana passada. Pode explicar os seus motivos?

Reigns: Os meus motivos são bastante simples, Renee. Eu estou farto de ver Angel Garza realizar figuras patéticas naquele ringue. Foi uma completa desilusão na HOW Tag League e, na semana passada, apenas conseguiu uma vitória por sorte. Acho que está na hora de seguir o meu caminho sozinho, sem ele para me atrapalhar como fez na minha luta contra Pete Dunne. E acho que é a hora certa para isso, pois eu preciso de me concentrar no Royal Rumble Match que acontece daqui a duas semanas. Juntando tudo isso, eu desafio o próprio Garza para me enfrentar na próxima semana para me preparar para a luta.

Reigns abandona a local e nós voltamos à arena onde Willow the Wisp está realizando a sua entrada ao som de “Willow’s Way”. O seu adversário, CM Punk, vem de seguida com “Cult of Personality”. Ambos os lutadores estão fazendo a sua estreia na empresa.

Singles Match: Willow the Wisp vs CM Punk

(7:43) Os dois lutadores tentaram mostrar o seu potencial na estreia, no entanto, foi Punk quem prevaleceu após aplicar um Go To Sleep.

Vencedor: CM Punk

O lutador realiza algumas comemorações antes de irmos para mais uma pausa.

Comerciais…

Toca “Broken Dreams” e Drew McIntyre realiza a sua grande entrada até ao ringue com alguns aplausos dos fãs. Vemos as imagens do que aconteceu na semana passada quando ele atingiu Dolph Ziggler com um Claymore.

McIntyre: E aqui começa o rumo até ao Royal Rumble para mim. Vinte e nove outros lutadores terão os seus sonhos despedaçados quando virem que estão no mesmo ringue que Drew McIntyre. A minha jornada vai começar erguendo o HOW Championship de modo a me tornar na cara desta empresa, mas antes disso tenho alguns outros assuntos para tratar. O nome de Dolph Ziggler tem vindo das bocas do mundo nas últimas duas semanas, não sendo nenhuma lhe dando grande destaque e sabem porquê? Todos lá nos bastidores sabem o quão arrogante ele é, o quão ruim ele é em ringue e o quão hipócrita é. Ninguém o suporta e todos sabem que ele não merece qualquer tipo de oportunidade nesta empresa. Will Ospreay não o conseguiu vencer na semana passada, então achei que tinha que ser eu a fazer o trabalho que mais ninguém conseguiu fazer. Ziggler, neste momento você é um dos alvos prioritários do “Scottish Psychopath” e temo que isso seja o fim da sua carreira na House of Wrestling. 

O escocês é interrompido por Dolph Ziggler que surge no topo da rampa com um microfone em mãos.

Ziggler: Você e todos os outros sempre me invejaram! E eu posso garantir que você irá sofrer as consequências por me ter atacado na semana passada, Drew. Você perdeu quase todas as lutas que teve recentemente, porque motivo você acha que tem relevância para ter uma luta contra mim, o melhor que esta empresa já viu e que se encontra invicto. Os fãs não vêm qualidade em mim porque são totalmente cegos de ignorância. Todos precisam de saber que Ziggler será sim o vencedor do Royal Rumble e não era farsa chamada Drew Mc…

Os fãs começaram a vaiar intensamente as últimas palavras de Ziggler. No entanto, Will Ospreay apareceu por trás e o virou para aplicar um Stormbreaker que deixou o “Show-off” caído no chão, recebendo um aplauso por isso. Parece que o inglês está a cumprir com a sua palavra de que não terminou os seus problemas com Ziggler. Ele encara Drew McIntyre à distância antes de sair e irmos para intervalo.

Comerciais…

Nós vamos para um local meio abandonado, talvez um celeiro, onde Bray Wyatt se encontra sentado na sua cadeira de balanço. Ele começa a falar num tom bastante calmo.

Wyatt: O trilho de Bray Wyatt tem um novo capítulo a ser escrito brevemente. Aquele obsoleto cinturão de Openweight Champion já não servia para satisfazer as suas vontades. Ele merece algo muito maior e valioso…talvez aquele título que Shane Strickland traz em sua cintura. O caminho se preza em atirar outros vinte e nove lutadores pelo topo das cordas até apenas restar um único, o qual será coroado como House of Wrestling Champion. E é aí que Bray Wyatt entra, pois eu estou oficialmente colocando o meu nome na lista de participantes da luta. E não se preocupe, Shane, desta vez não irei fracassar contra você!

Voltamos à arena, onde Keith Lee realiza a sua entrada ao som de “Limitless”, sendo recebido com aplausos vindos dos fãs. Yugi Nagata vem logo depois com “Mission Blow”.

Singles Match: Keith Lee vs Yugi Nagata

(6:20) Numa luta em que não teve grandes problemas, Lee manteve o seu ímpeto rumo ao Royal Rumble e venceu após aplicar um Spirit Bomb seguido do pin.

Vencedor: Keith Lee

O “Limitless” comemora a sua vitória no ringue sob aplausos dos fãs enquanto fazemos um curto intervalo.

Comerciais…

E vamos para mais uma das lutas marcadas para hoje. Antes sequer de os lutadores começarem a entrar, assistimos ao confronto que Matths e Pete Dunne tiveram na semana passada. Após isso, o brasileiro é o primeiro a entrar enquanto toca “Bruises”. Logo de seguida, o britânico entra com “Bruiserweight” e recebe um pop decente dos fãs.

Singles Match: Matths vs Pete Dunne

(12:08) Esta foi a luta mais equilibrada do evento até agora, onde ambos os lutadores poderiam ter finalizado em vários momentos. Porém, foi Dunne que conseguiu vencer após aplicar um “Bitter End” em Matths e realizar o pin.

Vencedor: Pete Dunne

O britânico comemora a sua vitória, no entanto, a câmara corta rapidamente para o local onde Matthew Justice se encontra sequestrado. O mascarado lhe acerta alguns chutes contra a parede, os quais deixam Justice um pouco zonzo. Isso se sucede ao homem pegar a sua cabeça e começar a falar. 

???: Quão insano é você para atingir o ponto que acredita em uma alma para o ajudar? Não lhe ensinaram em criança que não se deve falar com estranhos, Matthew? Eu me apercebi do quão fracassado você é e de quão fraca foi a sua jornada nesta empresa. Talvez você não devesse sequer ter sido contratado, afinal rouba os lugares daqueles que realmente merecem. Me diga, O QUE VOCÊ TEM A MAIS QUE EU? Os chefões lhe dão destaque por ser insano? A sua loucura não chega nem perto da minha, veja só o que eu estou fazendo neste momento. Você quer saber quem eu sou? Pois bem, vai descobrir.

O homem se ergue e dá dois passos atrás antes de retirar a sua máscara. Justice, apesar de não estar em grandes condições, permanece atento para saber quem é o homem que ali o prendeu. Ele então tira a máscara e se revela como… Jimmy Havoc! Ele então volta a agarrar a cabeça de Justice para voltar a falar.

Havoc: Nunca lhe disseram que confiar loucamente num insano seria a maior loucura que um humano poderia fazer? O seu maior erro foi me ter ensinado todos os seus segredos, me ter contado todos os detalhes que o construíram como lutador. Você me convidou para vir a este mesmo local durante a HOW Tag League para combinarmos estratégias, mas isso foi apenas um plano meu para o trazer até ao inferno. A sua vida nunca mais será a mesma depois desta noite, espero que nunca a esqueça!

Havoc então ergue Justice, que ainda está amarrado com umas cordas e lhe aplica um Go Home Driver que deixa o seu ex-parceiro completamente estendido no chão daquela sala. Havoc pega na máscara que trazia e a atira para cima de Justice antes de abandonar a sala e terminar o segmento. 

Comerciais…

E vamos agora para a última luta da noite que envolverá Marty Scurll e o HOW Champion Shane Strickland. É exibido o ataque proferido pelo britânico na semana passada antes do mesmo realizar a sua entrada até ao ringue ao som de vaias enquanto toca “One True Supervillain”. O campeão vem logo de seguida com um enorme pop dos fãs ao mesmo tempo que “Swerve’s House” é tocada.

Non-Title Match: HOW Champion Shane Strickland vs Marty Scurll

(0:45) O gongo soou e Marty Scurll não havia retirado sua máscara de médico da peste e se aproximou do campeão lentamente com seu guarda-chuva apontado para o cinturão do campeão. Strickland jogou o HOW Championship para o árbitro próximo e disparou um Front Dropkick que derrubou Scurll próximo ao corner! Swerve encontrou o guarda-chuva caído no ringue e o apontou para a crowd que respondeu positivamente, o campeão se preparou para atacar o adversário caído com o objeto ilegal – o árbitro agarrou o guarda-chuva no último segundo e tirou das mãos de Shane! Strickland surpreendido pelo árbitro discute com o mesmo e dá as costas para o vilão – SCURLL ACERTA UM LOW BLOW COM O ROLLUP!

.

.

1!

.

.

2!

.

.

 STRICKLAND DESCOLA O OMBRO NO ÚLTIMO INSTANTE! O vilão aproveita e dobra o cotovelo do campeão e realiza o Arm Stomp que arranca reações negativas da crowd belga!

(4:14) Marty Scurll controlou o ritmo do combate com um Hammerlock no centro do ringue no braço danificado de Strickland enquanto pressionava as articulações do mesmo pulso. O campeão reagiu ao hold e o controle de articulações do vilão e conseguiu o atordoar com um sonoro Right Hook seguido por um Handstand Headsci- Scurll aproveitou da posição próxima as cordas e jogou as pernas do campeão contra as cordas e o deixou de ponta cabeça e  o acertou com um Low Superkick! O campeão caiu com intensa dor em seu rosto e desabou no ringside protegendo seu maxilar – Scurll não abriu espaço para o campeão ao correr pelas cordas e saltar por cima da terceira corda para acertar o Swerve com um Apron Superkick e cair sentado no apron rindo para a crowd presente!

 Strickland se arrastou para próximo das barricadas e acertou Scurll com um estridente Open Hand Chop que criou espaço entre os dois – o vilão se enfureceu e jogou o campeão com um Back Suplex nas barricadas! Shane agoniza com a dor intensa na sua coluna!

(8:00) Ao retornar dos comerciais, o vilão está mantendo o campeão exausto preso em um Octopus Stretch enquanto provoca a crowd e ri de forma vilanesca – Swerve consegue interromper o momentum de Scurll ao soltar seu braço danificado e reverter a posição em um Sidewalk Slam! Ambos se ergueram lentamente ao mesmo momento, o campeão tentou prender o vilão em um Suplex – Scurll consegue se soltar e acerta o campeão com um Bell Clap! Strickland se escora no corner próximo para recuperar seu fôlego, mas Marty acelera para o acertar com um Corner Enzuigiri seguido por um Tornado DD- Shane consegue empurrar o vilão para longe e evita o impacto – Scurll dispara contra o corner novamente – o Swerve rola por baixo do vilão que se impulsionou com o auxílio da terceira corda – Shane reverte em um You Got Swerve! com a contagem e…

.

.

1!

.

.

2!

.

 O vilão escapa da contagem!

(10:30) Shane aguardou Scurll se erguer e foi capaz de conectar seu Handstand Headscissors Takedown seguido por um sonoro Dropkick que derrubou o vilão. O Swerve animou a crowd belga presente antes de correr na direção das cordas opostas – Scurrl se recupera a tempo de puxar o campeão pelos dreads e pela sunga e o joga contra as cordas em que estavam mais próximos e grita em negação para a crowd – ele não percebe que Shane desviou das cordas com um Tiger Feint Kick e parou no ringue novamente! Scurll é surpreendido por Shane, que o joga o vilão para o apron e corre contra as cordas opostas e se lança em um Sunset Flip – Marty Scurll consegue impulsionar o campeão para trás com um Back Body Drop e retorna ao ringue – Strickland consegue o Sunset Flip com apoio no apron e aterrissa em pé no chão do concreto para aplausos da crowd belga! Scurll não percebe que o Swerve está seguro no ringside e se impulsiona pelas cordas opostas – STRICKLAND RETORNA COM VELOCIDADE E O ACERTA COM UM V-TRIGGER NO CENTRO DO RINGUE!

 Scurll imediatamente recua para o ringside para interromper o ritmo do campeão – mas o Swerve se impulsiona pelas cordas e mergulha com um Fosbury Flop para levantar a crowd belga!

(13:00) Strickland retornou junto com Scurll para o ringue e o arremessou com um Extreme German Suplex se erguendo já em um Rolling Thunder Ace Crusher – o vilão consegue empurrar o campeão no ar e evita o impacto – Shane utiliza o impulso para se lançar em um Springboard – SCURLL CONECTA O EUROPEAN UPPERCUT NO AR! O vilão aproveita o ritmo acelerado que impôs e rapidamente utiliza das cordas para punir Strickland com um Tornado DDT seguido por Brainbuster no centro do ringue! O vilão vai para a contagem e…

.

.

1!

.

.

2!

.

.

 Strickland consegue o kickout mas Scurll o ergue em um Pumphandle Neckbreaker e cobre o campeão novamente e…

.

.

1!

.

.

2!

.

.

 O campeão consegue descolar o ombro no último segundo novamente para aumentar a fúria do vilão!

(14:35) Scurll puniu o campeão que estava sentado no centro do ringue com Superkicks no lado de sua cabeça. Ele realizou a preparação para um CHICKENWING! Strickland se ergueu ainda confuso e ofegante e o vilão prendeu seu finalizador em pé no centro do ringue – o campeão dispara cotoveladas contra o abdômen de Scurll antes que possa pressionar a chave e evita o finalizador por momentos – Scurll tenta prender a chave novamente – Strickland consegue conectar um Superkick que distancia os dois! O Swerve tentou acelerar contra as cordas, mas o vilão o segurou pelo calcanhar e gritou que não há escapatórias contra o vilão – o campeão assume sua expressão de desprezo e soltou a chave no calcanhar e disparou com o mesmo pé um sonoro Superkick! Strickland consegue acelerar contra as cordas para um Springboard – CHICKENWING NO MEIO DO AR! Scurll tenta pressionar o hold – o Swerve consegue rolar por cima do corpo do vilão antes que possa fechar o bodyscissors – Scurll se ergue furioso – Strickland rola para frente e consegue conectar o Rolling Thunder Ace Crusher!

 O campeão mundial se arrastou para a terceira corda e viu Scurll sentado ofegante – posição perfeita para um Swerve Stomp – o vilão mostra ser astuto e consegue se lançar para próximo do corner e sai da zona de impacto! Strickland aterrissa com segurança e tenta acelerar para cima de Scurll – GERMAN SUPLEX CONTRA O CORNER DO VILÃO!

(15:11) Scurll deu espaço para Strickland para recuperar parte do seu fôlego antes de o assaltar violentamente com tapas e cotoveladas que causou chuvas de vaias para o vilão! O vilão e o Swerve trocavam chops rápidos no centro do ringue com muita intensidade! Ambos cansam no mesmo momento e se apoiam no outro para recuperar seu fôlego – Strickland é mais veloz para disparar um rápido Superkick que desequilibrou o vilão e o derrubou nas cordas – Scurll utiliza do impulso para retornar com um rápido – DISCUS LARIAT DE STRICKLAND! O Swerve corre enérgico contra as cordas novamente e busca outro Lari- Scurll grita Superkick e Shane imediatamente protege seu rosto – o vilão grita Just Kidding! e acerta a perna do campeão com um Low Superkick! Marty Scurll ergue Strickland imediatamente em um Powerbomb – o campeão consegue reverter em um Sunset Flip com a contagem rápida e…

.

.

1!

.

.

2!

.

.

 Scurll impulsiona sua costas para o kickout – Strickland faz a transição da posição já em um Inverted Sharpshooter e prende os braços do vilão em um Cold Case Lock! O vilão se desespera!

(17:00) Scurll se arrastou da forma que pôde lentamente para próximo das cordas e foi capaz de encostar sua testa nas cordas e faz com que o árbitro obrigue o campeão a abandonar a chave, o que o Swerve respeita – Strickland rapidamente prende o vilão em um Modified Hammerlock Armbreaker com um pisão no braço de Scurll! O vilão agoniza com a intensa dor em seu braço e ajoelha no centro do ringue protegendo o mesmo – o campeão vê a oportunidade perfeita para um sonoro House Call! Strickland se ergue eufórico com o apoio da crowd e se direciona para o topo do corner mais próximo e o mesmo toma o tempo necessário para se preparar para o mergulho – Scurll retorna com um Uppercut de desespero! Muito ofegante, o vilão dispara fortes chops contra o peito aberto de Strickland e escala a terceira corda para encontrar o campeão na parte mais alta do ringue!

 No topo da terceira corda, o vilão atordoou completamente o campeão com mais um Bell Clap e foi capaz de dobrar seu dedo anelar e o mínimo para reações de dor da crowd belga! O campeão pediu silêncio para crowd presente no momento em que ia realizar o Finger Snap – mas Strickland dispara um Headbutt de desespero que derruba Marty Scurll no Tree-of-Woe! O Swerve recupera sua postura e – SCURLL SE RECUPERA COM ADRENALINA E O DERRUBA COM UM SUPERPLEX! A crowd se ergue com o impacto! O vilão não solta a posição e já se ergue para um Brain- Strickland utiliza de todo seu peso para cair nos ombros de Scurll em um Fireman’s Carry e reverte em um Swerve Stomp! A crowd comemora quando o campeão conecta seu movimento marcante! O campeão escala a terceira corda com velocidade e mergulha para um Swerve Stomp em Scurll que estava sentado no ringue! 

 Shane Strickland ergue com dificuldades o corpo de Scurll que foi tomado pela sequência de mergulhos e o enterra no centro do ringue com o Bend The Law Driver! A contagem é iniciada e…

.

.

1!

.

.

2!

.

.

3! Shane “Swerve” Strickland continua invicto!

Vencedor: Shane Strickland

Após o gongo soar, Strickland continua agachado sobre o rosto de Scurll enquanto recebe seu cinturão e o coloca bem próximo ao rosto do vilão enquanto continua com provocações! O Swerve realiza posa com o HOW Championship próximo a sua testa para aplausos da crowd belga enquanto Scurll está escorado no fundo de um corner extremamente cansado. Shane Strickland se aproxima de Marty Scurll e o estende a mão para um cumprimento – antes que a crowd possa reagir ele mostra o dedo do meio para o vilão e bate no seu cinturão antes de abandonar o ringue e Scurll. Na rampa entre o stage o ringue, ele realiza o gesto com seu indicador e polegar que faltou pouco para o vilão.

Comerciais…

E está na hora de sabermos qual o grande anúncio que Chris Hero tem para nos fazer. Toca “Chris is Awesome” e o mesmo realiza a sua entrada até ao ringue com bastantes aplausos enquanto assistimos a sua derrota chocante para Kyle O’Reilly na semana passada, a qual lhe custou o Intercontinental Championship.

Hero: Obrigado pela vossa reação, é sempre bom ser recebido desta forma. No entanto, receio que o que vos terei para dizer não será tão agradável como desejam. Muitos de vocês esperam talvez que venha até este ringue apenas para anunciar a minha entrada no Royal Rumble Match para tentar algo maior, mas infelizmente não é isso. – os fãs começam a ficar um pouco preocupados com estas palavras – Nas últimas semanas, eu tenho sentido graves problemas físicos como desgaste e cansaço, especialmente devido à minha participação na HOW Tag League, a qual cheguei até à semifinal com o meu amigo El Generico. Isso não é realmente bom e, apesar de não querer usar como desculpa, sinto que isso influenciou a minha prestação na semana passada contra Kyle O’Reilly. Talvez não tivesse perdido, mas não é isso que importa, pois apenas representa uma consequência daquilo que vos tenho para dizer. 

Hero começa a ficar algo emocionado e faz uma curta paragem no seu discurso.

Hero: Durante mais de duas décadas, eu subi neste ringue e dei tudo aquilo que tinha apenas com um objetivo: fazer aquilo que sempre amei. Foram várias conquistas, várias desilusões, fiz muitos amigos e sempre respeitei aqueles que fizeram parte do meu caminho, mas, para minha infelicidade, temo que esteja na hora de colocar um ponto final na minha carreira. – o público esboça uma reação de surpresa e tristeza – Eu sei que ninguém queria que isto terminasse desta forma, mas a minha posição sempre foi bem clara. Eu sempre disse que, quando notasse que o meu corpo não seria capaz de aguentar um calendário de eventos, então seria hora de terminar e dar o meu lugar aos mais jovens. Não sou como outros lutadores que se mantém no ativo e só servem para roubar oportunidades daqueles que realmente merecem. – Hero revela alguma tristeza – Eu agradeço a todos que partilharam este ringue comigo, seja como parceiro ou rival. Agradeço também às pessoas que depositaram confiança em mim para lutar nos seus eventos. E mais importante ainda, eu gostaria de agradecer a todos vocês, fãs, que me deram forças para continuar a fazer aquilo que amo até agora. Um muito obrigado, do fundo do coração. Não precisa de ser um adeus definitivo, sei que os nossos caminhos se voltarão a encontrar, nem que seja como fã desta enorme modalidade. Então, com todo o sentimento possível, até já. 

Chris Hero entrega o microfone ao rapaz da produção e abraça o mesmo. Ele vai ao encontro dos comentaristas, ring announcer e outros funcionários da produção para os cumprimentar com uma lágrima nos olhos. Depois disso, ele cumprimenta cada uma das pessoas presentes nas primeiras filas até chegar à rampa, onde todos em uníssono começam a cantar o seu nome. 

De repente, El Generico, que foi o seu parceiro durante a HOW Tag League, realiza um curto retorno à House of Wrestling para abraçar o seu grande amigo. O canadense é recebido com um enorme pop dos fãs que parecem sentir a sua falta na empresa. Ele ergue o braço de Hero no alto, mas… GENERICO ATIRA HERO CONTRA O STAGE!! O público fica chocado com essa atitude do canadense que sempre se mostrou bastante amigo do ex campeão. Ele olha demoradamente para os fãs o vaiando, talvez com uma cara de bastante desprezo, não dando para distinguir debaixo da máscara. Hero se ergue com ajuda do próprio stage, mas HELLUVA KICK CONTRA O MESMO!! Chris Hero cai no chão completamente inconsciente sem esboçar qualquer tipo de movimento. As vaias dos fãs de tornam cada vez mais intensa, chegando ao ponto de não conseguir ouvir mais nada além delas. Ele se senta no topo da rampa como se tivesse absorvendo as críticas vindas da plateia. Alguns médicos aparecem para atender Hero que parece estar num estado bastante debilitado nesta que foi a sua última noite na empresa. São essas imagens que dão fim ao show desta semana.

Fim de show!