Mendes Review: NXT Takeover Blackpoll II

Alef 15/01/2020

No último domingo, dia 12 de Janeiro, a WWE realizou um novo pay-per-view do NXT UK, o Takeover Blackpoll II diretamente do Empress Ballroom. O evento teve 5 lutas muito boas que superam facilmente grande parte das lutas do main roster. A propósito, eu não consegui acompanhar as lutas do pre-show, por isso as duas não estarão aqui. Sem mais delongas, vamos a análise das lutas do evento:

Eddie Dennis vs. Trent Seven

Se formos analisar, essa foi a luta mais fraca da evento e não começou o show com força total. Não havia nada de fundamentalmente ruim nisso, mas isso também não significa que houvesse algo de bom para identificar.

Se tivesse sido uma luta semanal, teria sido bom. Mas, como ocupou uma vaga em um evento TakeOver, que é precioso, isso foi decepcionante.

Vencedor: Eddie Dennis – Nota: 6/10

Kay Lee Rey vs. Piper Niven vs. Toni Storm pelo NXT UK Women’s Championship

Em comparação com a luta anterior, essa aqui foi bem melhor porém não tão boa ao ponto de ser uma candidata à luta do ano. Manter o cinturão com Ray é algo interessante, pois foi o resultado menos espantoso possível.

O fato de Niven ou Storm não conseguirem ganhar essa luta torna o futuro dessa divisão ainda mais nublado, pois não mais um caminho tão fácil pra uma babyface destronar Ray, quando esse era o momento certo para fazer uma mudança.

Vencedora: Kay Lee Ray – Nota: 7.6/10

Jordan Devlin vs. Tyler Bate

A fórmula para uma luta boa como essa é simples, pegue dois lutadores talentosos e os jogue um contra o outro dentro do ringue. Enquanto não havia nada em jogo, Bate e Devlin lutaram como se a vitória importasse, o que ajudou a vender a luta.

É difícil não gostar de uma luta que tenha chants como “This is awesome” e “Fight forever”.

Vencedor: Tyler Bate – Nota: 8.2/10

Fatal 4-Way Ladder Match pelos NXT UK Tag Team Championships

Sempre que tiver uma ladder match no card de um evento lembre-se que elas vão roubar a atenção de um jeito ou de outro, e não foi uma exceção aqui. Foi uma luta com spears nas escadas, bastões quebrados e spots de alto risco para manter a energia o tempo todo.

Manter os cinturões com a Gallus também foi a atitude certa. Se eles tivessem perdido os títulos tão cedo, isso os faria parecer campeões de transição.

Vencedores: Mark Coffey e Wolfgang (Gallus) – Nota: 9.6/10

Walter vs. Joe Coffey pelo NXT UK Championship

WALTER tem sido tão dominante que era difícil acreditar que Coffey tivesse muita chance de vencer. No entanto, eles evitaram fazer deste um jogo de espera pela inevitável vitória do campeão. Coffey lutou muito, e os falsos finais na segunda metade da luta venderam que uma mudança de título não seria impossível.

O segmento após o final da luta também foi muito bom, com a Undisputed Era chegando e atacando toda a Imperium para terminar a noite, deixando o público ansioso pelo que acontecerá no NXT dessa semana e no Worlds Collide.

Vencedor: Walter – Nota (Luta): 9.5/10 – Nota (Segmento): 10/10

Pra mim, a nota do show é 8/10, porquê foi um bom show, mas poderiam ter sido colocadas outras lutas mais interessantes no card principal. E vocês, o que acharam do evento ? Até mais!

Gosta da House of Wrestling? Também estamos no Instagram e Facebook, siga-nos por lá e receba nosso conteúdo direto na sua rede social.