Recap Mensal: As grandes lutas de Fevereiro

Alef 24/03/2020

Aoba a todos. Demorei um pouquinho mais pra postar esse quadro, mas não esqueci dele não em. Bom, o mesmo de Fevereiro foi repleto de lutas boas e que vários de vocês assistiram, por isso, essa é a segunda parte do “Recap Mensal”.

Como sempre, eu escolho as melhores na minha opinião, por isso, as menções honrosas estarão no final do artigo, então, vocês podem opinar também. Sem mais delongas, vamos ao artigo:

Jon Moxley vs. Minoru Suzuki (New Beginning in Osaka 2020)

Sabe aquelas lutas que são basicamente pancadaria pura ? Então, essa aqui é um bom exemplo, já que condizia totalmente com a feud e foi um dos diferenciais do show. É sempre bom a gente comparar e ver o quanto o Moxley evoluiu depois que saiu da WWE e como o Suzuki é simplesmente incrível.

Na minha visão, eu achei que a vitória do Moxley foi uma surpresa, mostrando que ele consegue ir muito bem em ambas AEW e NJPW. Suzuki também nem se fala, quando o assunto são lutas violentas e pesadas o cara não decepciona.

Dominik Dijakovic vs Keith Lee (NXT Takeover Portland)

Como eu já bem disse em um artigo que eu fiz especificamente sobre essa luta, esses dois são uma quebra total de paradigma. Pelo tamanho, você acha que eles são lentos mas é só você parar pra assistir qualquer luta que envolva eles que o seu pensamento vai ser mudado.

Não era a primeira luta entre eles dois, por isso, a química entre eles já é muito boa e isso foi mostrado mais uma vez nessa luta. Eles fizeram uma luta que na minha visão, como bom fã do Lee, foi a melhor que eu vi dele, mostrando que ela merece estar nessa lista.

Hirooki Goto vs. Shingo Takagi (New Beginning in Sapporo 2020)

O jeito que o Goto consegue se superar pra ganhar um título e depois perder ele outra vez é muito impressionante. Eu amo a idéia de Shingo como campeão, pois abre um leque de lutas contra vários lutadores. Foi uma luta digna de um título.

Goto foi bem, mas Shingo está em um nível totalmente diferente em termos de execução de golpes e afins, e ele é o tipo perfeito de cara para elevar o título. A luta foi uma das melhores do show sem sombra de dúvidas.

Kenny Omega vs. PAC (AEW Dynamite 26/02)

Poucos shows semanais produzem lutas tão boas como essa aqui, mostrando o talento dos caras. Eles conseguiram usar o tempo muito bem, nunca deixando a luta lenta ou coisas do gênero, mostrando que ali era o momento de encerrar a feud dos dois.

A crowd também foi uma parte importante, já que eles deram um grande gás pra luta. Eles dois fizeram um grande trabalho nessa luta e a mesma poderia ocorrer em um PPV sem nenhum problema.

The Briscoes vs. Mexiblood (ROH Free Enterprise 2020)

Quer uma luta de duplas boa ? Assista essa aqui. Foi absolutamente incrível, uma luta que conseguiu tirar o melhor de cada um dos quatro lutadores envolvidos. Spots pra lá e pra cá, luta técnica e vários outros pontos.

Nessa luta, os Briscoes voltaram a provar porque eles são uma das melhores duplas hoje em dia no mundo do wrestling, os caras tem pouca mídia. São lutas assim que dão aquele gás que a ROH precisa.

Finn Bálor vs. Johnny Gargano (NXT Takeover Portland)

Essa sim é uma luta que fez o que se espera de uma luta de Takeover. Dois caras muito talentosos, uma feud bem construída e uma ótima luta, quer mais o que ? Não se tratava apenas de quem era o melhor lutador, mas também sobre quem era o rosto do NXT.

Típica atmosfera de heel e face, com a crowd totalmente dentro do combate, dando aquele gás pra levar a luta em um outro nível. Simplesmente uma das melhores lutas que tivemos em Fevereiro.

Adam Page e Kenny Omega vs. Young Bucks (AEW Revolution)

Uma das melhores lutas que eu já vi da AEW e dos Young Bucks até hoje bicho. Essa luta foi muito incrível, os lutadores, a emoção, a feud, os spots, tudo foi simplesmente muito bom, além é claro, da expectativa pra que alguém traísse alguém.

Essa luta aqui foi bem parecida com a dos Young Bucks contra os Golden Lovers (Omega e Kota Ibushi), fazendo com que o público, inclusive eu, tivesse a mesma sensação de que a história era boa.

Naruki Doi vs. KZY (Dragon Gate Truth Gate 2020)

Se você não acompanha muito a Dragon Gate, por favor, assista. Aos 39 anos, Doi ainda continua sendo um lutador incrivelmente talentoso enquanto KZY é uma das promessas do pro wrestling japonês graças ao seu talento.

Em uma típica luta com temática heel e face, esses dois caras protagonizaram uma das melhores lutas do cenário oriental nesse começo de 2020. Eles merecem mais mídia porque olha, esses caras realmente merecem mais visibilidade.

Zack Sabre Jr vs. Will Ospreay (RevPro High Stakes)

Já não é novidade pra ninguém o talento que esses dois tem e o nível de lutas que eles podem entregar, porém, essa aqui foi diferente. Além de ser a revanche do combate deles em Sapporo, foi também a luta que concluiu a jornada de 7 anos de Ospreay em busca do título.

Ambas as lutas que eles dois tiveram em 2020 foram extremamente boas, porém, essa aqui se destaca mais por toda a atmosfera e história criada em torno desses dois e do título. Além de contar com lutadores incríveis, também não posso deixar de citar o quanto a crowd estava incrível na luta desses caras.

David Starr vs. LJ Cleary (OTT Contender’s 17 Take Me To Your Leader)

Esses dois protagonizaram um grande main event, onde Starr se manteve com Han Stansen. Na feud, Starr estava completamente focado na luta, enquanto Cleary não chegava nem perto do nível de Starr.

Eles desenvolveram uma boa luta, com Cleary quase vencendo várias vezes. O ponto forte dessa luta foi nos fazer pensar que Cleary poderia derrotar Starr, uma boa jogada dos bookers.

Como eu disse ali em cima, vamos para as menções mais que honrosas:

Hiromu Takahashi vs. Ryu Lee, Tetsuya Naito vs. KENTA (New Beginning in Osaka) / EVIL vs. Tomohiro Ishii, Will Ospreay vs. Zack Sabre Jr (New Beginning in Sapporo) / Shingo Takagi vs. Tomohiro Ishii (New Japan Road) / Mayu Iwatani vs. Takumi Iroha (Stardom) / Undisputed Era vs. Broserweights, Dakota Kai vs. Tegan Nox (Takeover Portland) / Adam Page e Kenny Omega vs. Lucha Bros (Dynamite) / TJP vs. Vikingo (Impact Wrestling) / Susumu Yokosuka vs. Francesco Akira, Kento Miyahara vs. Yuma Aoyagi (AJPW Excite Series 2020) / Chris Jericho vs. Jon Moxley (AEW Revolution) / EVIL, BUSHI & Shingo vs. Tomohiro Ishii, Hirooki Goto & Robbie Eagles (Road to New Beginning)

Até o próximo artigo!