Lutadores que deram errado no NXT

Alef 09/05/2020

Como nós bem sabemos, o NXT vêm sendo o melhor show da WWE a um bom tempo e um dos motivos pra isso é o número de talentos que estão na brand amarela, nomes como Adam Cole e Johnny Gargano, porém, e aqueles caras que nunca deram certo no NXT ?

Hoje nós veremos exatamente isso, lutadores e lutadoras que chegaram até a despertar algum interesse mas acabaram não dando certo, sendo o maior exemplo disso o querido KENTA (Hideo Itami). Sem mais delongas, vamos para a lista:

Kassius Ohno

O KO original do NXT, Kassius Ohno recebeu expectativa em suas duas passagens pela WWE. Grandes coisas eram naturalmente esperadas para Hero na WWE devido ao seu talento e base de fãs pré-existente. As coisas nas duas passagens até que começaram bem mas depois foi só ladeira abaixo.

Infelizmente, Ohno nunca conseguiu ter o destaque as pessoas esperavam que ele tivesse e isso levou a uma quebra de expectativa muito grande. Muito talentoso mas pouco levado a sério.

Raquel Diaz

Raquel Diaz ou Shaul Guerrero é a filha mais velha de Eddie Guerrero. Começando como manager de lutadores como Rusev e The Ascension, ela ainda conseguiu ter um pequeno sucesso na FCW, sendo até FCW Divas Champion.

Quando o território foi renomeado como NXT, Diaz recebeu uma nova gimmick. Rotulando a si mesma como a ‘Ultra Diva’, ela declarou uma turnê para esfoliar a feiúra do NXT. Shaul solicitou sua liberação, embora relatórios posteriores sugiram que ela recebeu uma licença. De qualquer forma, ela retornou à empresa no ano seguinte, mas nem apareceu na TV na segunda vez.

Sylvester LeFort e Marcus Louis

A dupla francesa conhecida como ‘The Legionnaires’ ganhou bastante tempo na TV em 2014. Eles tiveram uma feud com Enzo Amore e Big Cass e que terminou numa hair vs. hair match que eles perderam. Após isso, LeFort abandonou Louis. No fim, nenhum dos dois acabou sendo usado após isso e perderam ainda mais espaço.

O próprio LeFort perdeu outra oportunidade de sucesso, pois foi o primeiro manager do grande Rusev.

Austin Aries

Entrando no NXT em 2016, a passagem de Aries foi uma grande decepção. Em apenas alguns meses de sua carreira no NXT, Aries foi colocado na prateleira graças a uma grave lesão no olho que ele sofreu. Aries ocuparia uma posição na mesa de comentários do 205 Live e seu retorno à ação culminaria em uma luta da WrestleMania 33 contra Neville. Mesmo assim, ele pediu e foi liberado da empresa três meses depois.

Durante seus dias no NXT, muitos fãs acreditavam que Austin Aries era um dos principais candidatos para se tornar NXT Champion, porém, não rolou.

Solomon Crowe

Um lutador que sempre se deu bem nas indys e vêm sendo um baita heel na Impact Wrestling é Sami Callihan, que era conhecido como Solomon Crowe no NXT. Os fãs já tinham expectativa nele por causa de suas vinhetas como hacker.

Essa gimmick fez com que os fãs esperassem algo dele, mas, não rolou. Talvez fosse sua natureza incomum, finisher de aparência fraca ou simplesmente não ser o que as pessoas esperavam. Não importava o que fosse, a reação a Crowe foi silenciosa para quem não era fã de Callihan nas indys.

CJ Parker

O antigo FCW Tag Team Champion, Parker (Juice Robinson), se viu sem espaço quando a FCW se tornou NXT. Ele se tornou um jobber e até mesmo sofreu uma lesão, o que daria tempo pra ele arranjar uma nova gimmick.

Retornando como um hippie pregando sobre o meio ambiente, Parker capturou a atenção desfilando pela platéia com sinais de protesto e logo se viu em uma rivalidade com Tyler Breeze. O público não gostou do personagem dele e com o tempo a coisa só foi piorando até que ele acabasse tendo uma série de derrotas e fosse liberado.

Kenneth Cameron

A Ascension sofreu bastante evolução ao longo dos anos. Começando com um gimmick de vampiros, Konnor se uniu a Kenneth Cameron, que se encaixava perfeitamente na imagem e trouxe algo novo ao NXT. A dupla ganhou atração instantânea, conquistando algumas vitórias sobre times notáveis como os Usos, mas mal decolou antes da liberação de Cameron.

Kenneth Cameron foi preso e acusado de alguns crimes, algo que a WWE não queria saber, especialmente porque era contra a então namorada de Cameron, Charlotte Flair. No fim, Viktor acabou substituindo Cameron e assim se formou a Ascension mais conhecida.

Maxine

Como Maxine, Karlee Perez foi uma parte de destaque dos primeiros dias do NXT. Seja como um lutadora, manager ou mesmo como comentarista, Perez parecia uma estrela em formação que se encaixa tanto no que a WWE procura em suas estrelas femininas. Infelizmente, seus dias no NXT não terminaram bem, pois Karlee saiu da WWE em 2012 devido a estar frustrada com a maneira como estava sendo usada.

Dois anos depois, os espectadores tiveram a chance de rever Perez atuando como Catrina, a manager de Mil Muertes na Lucha Underground.

Bull Dempsey

Dempsey conseguiu se estabelecer como um monstro que esmagava estrelas, levando a uma feud com o recém-chegado Baron Corbin, que estava fazendo a mesma coisa. No fim, todos nós sabemos que Corbin acabou tendo mais sucesso na WWE.

Ele acabou sendo ridicularizado por Tyler Breeze por estar acima do peso, e ordenado pelo general manager William Regal para entrar em forma. Isso iniciou uma nova gimmick para Dempsey, conhecido como “Bull-Fit”. Contra todas as probabilidades, isso se tornou popular entre os fãs devido à atitude all-in de Dempsey em relação ao personagem, produzindo resultados genuinamente engraçados. Dempsey não gostou e pediu sua libertação.

Mikey Nicholls

Se formos analisar de um jeito simples, a TM-61 em si não conseguiu ter sucesso no NXT, porém, Mikey foi o único da dupla que saiu enquanto Shane Thorne, mesmo falhando no NXT, hoje em dia está no RAW e talvez ganhe um bom push.

A dupla dele com Thorne acabou não tendo o sucesso que os bookers planejavam que eles tivessem mas Thorne ainda se saiu um pouco melhor. Nicholls acabou saindo da WWE e, assim como Juice Robinson, acabou rumando para a NJPW.

E aí, o que acharam dos nomes e quais outros vocês adicionariam ? Até mais!