Entenda como Brock Lesnar pode utilizar a AEW para pressionar a WWE

Diego 24/01/2020

Brock Lesnar no meio deste ano deve se tornar agente livre após o fim de seu contrato, que tem duração prevista até o mês de junho, com a empresa de Stamford. Agora, surgem especulações que o lutador poderia utilizar estratégias para pressionar a WWE e obter vantagem a seu favor. Pelo menos é isso que indica o jornalista Alfred Konuwa no novo artigo de sua coluna no site da Forbes.

O jornalista levantou a questão devido ao mega contrato de 4 anos no valor de US$ 175 milhões de dólares assinado pela All Elite Wrestling com a Warner Media para a transmissão de seus shows. Ele destaca o fato de Lesnar ser um grande negociador quando o assunto é utilizar uma espécie de pressão para conseguir contratos vantajosos.

Ele também faz menção a estratégia adotada por Brock de assinar contratos estrategicamente de curto prazo que expiram no Road to WrestleMania, que coincidentemente levaram a uma disputa entre o UFC e a WWE para ver quem ficaria com o lutador.

Outro ponto ressaltado pelo jornalista é o histórico de utilizar de meios para pressionar a toda poderosa de Stamford. Por exemplo, o próprio ao longo dos anos utilizou de mecanismos na televisão como a promo de Paul Heyman no início de seu combate contra Seth Rollins que por sinal abriu a WrestleMania do ano passado. Naquela ocasião, Paul Heyman sugeria que Lesnar queria terminar o combate logo para que pudesse “pegar um jato para Las Vegas”, uma clara referência a sede do UFC em Nevada, onde seu cliente era apreciado em “última análise”.

Foto com o presidente do UFC, Dana White, nos bastidores do WWE Elimination Chamber de 2018 quando o evento foi realizado em Las Vegas, e até sua encarada com Daniel Cormier no UFC 226 cinco meses depois, foram algumas das ferramentas que o “The Beast” utilizou nos últimos anos. Nota-se que desse face-to-face não saiu nada e Lesnar recusou enfrentar Cormier, confessando a Dana White no ano passado que estava aposentado.

Na WrestleMania 34, ele utilizou seu combate contra Roman Reigns e um eminente retorno ao UFC em definitivo (Mesmo não sendo essa a sua vontade) para criar um clima insustentável que tinha apenas dois objetivos: conseguir sua liberação ou a renovação com valores fora do comum visto que Vince McMahon adora Lesnar e fez de tudo para segurá-lo em outras ocasiões como nesse caso que viu na vitória de Lesnar um jeito de esfriar a situação.

Relatos da época informavam que Lesnar teria quebrado o script dentro do combate acertando golpes desnecessários em Reigns e ainda por cima teria chegado furioso no Gorilla Position, jogando o WWE Universal Championship no rosto do chefão da WWE, um claro sinal que havia percebido que caiu na isca de Vince.

Aparentemente até Randy Orton se inspirou no cliente de Paul Heyman. Nesse caso, o colunista faz questão de lembrar a tática utilizada pelo “The Viper” em outubro do ano passado antes de assinar um novo contrato a longo prazo com a WWE um mês depois: uma foto na frente de um elevador com as palavras “Elite”.

Agora, com o contrato milionário da AEW com a Warner, Alfred ressalva que não seria estranho Brock ser flagrado vestindo uma camiseta do Jacksonville Jaguars em um aeroporto e conversando com a família Khan em algum local ou até mesmo forçando Heyman a fazer uma referência a AEW em uma promo para assinar um novo contrato milionário com a WWE.