AEW Revolution 2020: Previsões e Análises

Will 28/02/2020

Fala, galera, aqui quem vos fala é o Will e depois de muito tempo estarei trazendo minhas previsões e análises junto de um dos colunistas de nosso site, Rangel, para o AEW Revolution.

O show acontecerá neste sábado, diretamente da Wintrust Arena, em Chicago e contará com cobertura exclusiva por parte da House of Wrestling.

Tag Team Match (Pre-show): Dark Order (Evil Uno & Stu Grayson) vs. SCU (Frankie Kazarian & Scorpio Sky)

Will: Toda essa história do Christopher Daniels e a Dark Order está bem cansada e nunca fez algum sentido, ainda mais quando decidiram arrastar a SCU como um todo junto pra isso depois de perderem os títulos de duplas e não saberem mais o que fazer com eles. Mas enfim, como um tapa buraco do pre-show está de bom tamanho. A grande questão que vai circular por aqui é: quem será a surpresa da Dark Order? Como todos devem saber, durante o último Dynamite, após confirmar o combate para o Revolution, Evil Uno citou a grande catchphrase do “Broken” Matt Hardy, dizendo que Daniels se tornará obsoleto.

Se tratando de que isso está no pre-show, acho difícil alguma surpresa grande. Levando em consideração que a ideia inicial para o líder da Dark Order seria o Marty Scurll, descer para o Matt Hardy aos 45 anos de idade seria um belo regresso. Porém, outra questão que também deve ser levantada: a AEW realmente ainda quer fazer da Dark Order um grande ato ou apenas algo que ficará no midcard com alguns segmentos estranhos que servirão de alívio cômico? Se a primeira opção estiver correta, eles realmente precisam de um grande nome. Se a segunda opção estiver correta, o Matt Hardy será útil, mas eles perderão a oportunidade de realmente criar uma stable heel que não seja o Inner Circle. O que eu acho que irá acontecer? Não faço a mínima ideia.

Aposta: Dark Order.

Rangel: Aqui temos algo a assistir de forma mais atenta, eu acredito que a Dark Order vai ganhar muito destaque nas próximas semanas com a chegada do Exalted One, seja lá quem ele for (tomara que seja Matt Hardy). Tem se construído uma história onde não sabemos de que lado Christopher Daniels vai ficar, alguns fãs até cogitam a possibilidade dele mesmo ser o Exalted One. Eu acredito que quem leva essa vitória é a Dark Order, mas Daniels permanece do lado de seus parceiros da SCU.

Aposta: Dark Order.

Singles Match: PAC vs. Orange Cassidy

Will: Confesso que fiquei surpreso que o PAC não ficou de fora do pay-per-view após a derrota no último Dynamite, mas isso realmente é algo bom, porque também marca o primeiro combate do Orange Cassidy pela empresa.

Cassidy vem sendo um bom alívio cômico e é provavelmente o ato mais over do plantel inteiro sem fazer nada. O mais interessante aqui é se realmente ele tentará fazer algo ou simplesmente sofrerá um squash para o PAC se recuperar da derrota para o Omega. De qualquer maneira, é de se esperar algo divertido.

Aposta: PAC.

Rangel: Começo pelo embate que temos menos informações e confesso que é uma luta que não sei direito o que esperar. Essa luta nasceu de um confronto entre os dois após PAC perder para Kenny Omega na última quarta-feira. De um lado temos o bastardo PAC, indiscutivelmente um dos melhores do roster, e do outro temos Orange Cassidy, acho que todos já ouviram falar dele. Não sei dizer se teremos um squash, uma pegada mais cômica, fato é que PAC deve sair vitorioso.

Aposta: PAC.

AEW Women’s World Championship Match: Kris Statlander vs. Nyla Rose (c)

Will: A divisão feminina segue como uma grande incógnita em meio aos tantos acertos nos últimos meses de show. Do reinado morno de Riho ao desastre do Nightmare Collective aqui estamos.

Rose venceu o título no show do dia 12/02 em um bom combate e desde então, aparentemente, vem se encontrando e se tornando o que todos esperavam de uma monster heel. Apesar deste combate não ter sido devidamente construído, a história é bem clara: Rose vinha dominando a divisão devido a sua vantagem física até tropeçar em Statlander, que ainda é fisicamente inferior a Nyla, mas tem uma imposição perante as outras.

Espero que renda um bom combate e seja o início da reconstrução da divisão que encontrou em Statlander uma boa babyface que provavelmente terá o público apoiando. O reinado de Nyla não deve terminar tão cedo, então acho que o resultado é óbvio.

Aposta: Nyla Rose.

Rangel: Nyla ganhou o cinturão há pouco tempo, depois de uma belíssima luta contra Riho. Deste então vem soltando promos dignas de uma campeã elevando muito a sua personagem monstruosa. Acho muito difícil ela perder esse título. A única pessoa que me veio na cabeça para derrotá-la foi justamente Kris Statlander. Pra quem não conhece recomendo muito ir atrás do trabalho dessa grande lutadora. Ela mistura força, agilidade e qualidade no ringue com uma personagem, como posso dizer, diferente. Pra mim é uma pena que essa luta seja colocada agora, porque é pouco provável a campeão perder o título tão pouco tempo depois de ganhá-lo. Nyla vence, mas tenho certeza que Kris tem seu lugar guardado no hall de campeãs.

Aposta: Nyla Rose.

Singles Match: Darby Allin vs. Sammy Guevara

Will: Duas das futuras estrelas da empresa se enfrentando em um combate que eles procurarão roubar o show e com certeza podem conseguir.

A história é simples, o público se importa com ambos, principalmente com o Darby, que retornou para um dos maiores pops que vi em um longo tempo na semana passada e o mais importante: ambos possuem uma aura de que serão grandes peças no futuro, o que faz com que nenhuma derrota os machuque por enquanto.

Acho que a empresa possui grandes planos para Darby após o pay-per-view e que ele inevitavelmente levará a vitória aqui.

Aposta: Darby Allin.

Rangel: O Inner Circle, grupo de Chris Jericho, vai participar de três lutas nesse PPV e esta é a primeira delas. Esta também é a última da qual tenho dúvidas quanto ao resultado. Darby Allin tem trazido um personagem muito forte. Adorado por boa parte do público, ele tem crescido muito desde o início da AEW. Ao contrário disso, Guevara vem sendo cada vez mais odiado pelo público graças as suas aparições ao lado de Jericho e sua gangue. Ambos têm uma ótima qualidade in-ring e vejo muito potencial nesse embate. Agora, se fosse pra escolher um vencedor eu apostaria em Darby, pensando no resultado das outras duas lutas do Inner Circle.

Aposta: Darby Allin.

Singles Match: Dustin Rhodes vs. Jake Hager

Will: Se alguém me dissesse que esses dois seriam capazes de criar um combate de certa relevância em um pay-per-view eu provavelmente riria, mas aqui estamos.

Ambos vem sendo extremamente úteis em seus papéis. Dustin é um bom veterano que possuí apoio do público enquanto Hager vem sendo extremamente protegido por ainda estar invicto no MMA e vem sendo construído como alguém perigoso. O que implica que combate pode ir por duas vias: um squash simples e rápido para estabelecer Hager ou algo simples de 8/10 minutos que renderá um combate divertido. A única certeza é que ele vencerá.

Aposta: Jake Hager.

Rangel: A tão esperada estréia de Jake Hager pela AEW. Ele vem sendo muito destacado pelo seu desempenho no MMA, se mantendo invicto até então. Do outro lado temos o cinqüentão Dustin Rhodes, mas se engana quem pensa que esta idade o deixará em desvantagem aqui. Desde que chegou Dustin vem inovando em seu estilo e apresentando lutas constantemente boas. Acho que quem sai com a vitória é Hager, para manter o peso da sua invencibilidade.

Aposta: Jake Hager.

AEW World Tag Team Championship Match: The Young Bucks (Nick & Matt Jackson) vs. Kenny Omega & Hangman Page (c)

Will: Um dos maiores acertos dos últimos tempos da AEW com certeza foi o personagem do Page, criando a estrela que todos esperavam que ele se tornasse.

Toda a história deste combate vem rumando para que o turn de Page aconteça e ele finalmente saia das asas da Elite. Mas, neste momento, valerá a pena? Ele está mais popular do que nunca e isso não mudará tão cedo, o que torna o desfecho ainda mais intrigante. Acontecerá o turn dos Bucks? De Kenny? A Elite do Bullet Club que foi instaurada no começo de 2016 retornará?

Eu realmente acho que eles podem dar continuidade a dupla do Kenny e Hangman. Eles vem tendo excelentes combates e a tensão sobre o possível turn de um dos lados só irá aumentar e contribuir para o crescimento do personagem do Page. Porém, caso os Bucks percam novamente em pay-per-view, para onde eles irão? É um quebra-cabeça que pode render novos rumos no booking da empresa, e sempre que se tem isso, é um sinal de que estão fazendo a coisa certa.

Aposta: Kenny Omega & Hangman Page.

Rangel: Essa luta vai ser muito interessante. Não vou nem comentar sobre a qualidade desses quatro, que é inegável. Vou manter meu foco na história a ser contada. Page vem demonstrando estar muito insatisfeito com seu grupo, The Elite, e vem causando muitos problemas devido a isso. Essa tag, juntamente com Kenny, veio do nada, venceu o cinturão de duplas do nada e durante todas as defesas eu só pensava em quando ela ia se desintegrar. Os Young Bucks são uma das melhores duplas atualmente, merecem esse título e essa é a hora. Fora a vitória dos Bucks, nessa luta, deveremos ver também o fim da dupla Page/Omega e possivelmente o início da feud entre os dois.

Aposta: The Young Bucks.

Singles Match: MJF c/ Wardlow vs. Cody c/ Arn Anderson

Will: Esse combate é provavelmente a “big money match” da AEW desde a sua fundação, com uma construção meticulosa e de enorme paciência para que cada detalhe tivesse significado, mostrando a capacidade da empresa em construir histórias a longo-termo.

Todos sabiam que este combate iria acontecer, mas o que realmente o diferencia é como e quando iria acontecer. Qual motivo levaria MJF a virar as costas para o homem que lhe deu a maior oportunidade de sua vida. Tudo isto culminou na melhor e maior rivalidade da empresa até o momento, onde a missão de construir um grande babyface e um grande heel foram cumpridas.

O grande questionamento é como o resultado será feito. Uma vitória limpa de MJF o construiria como um legitimo desafiante ao título, o que implicaria no resultado do evento principal. Uma vitória de forma suja faria com que a rivalidade se estendesse até o Double or Nothing em maio e por mais que há algo único na mesma, teria que haver um motivo bem especial para continuar por quase mais três meses com a história. A vitória limpa de Cody o colocaria também na posição de desafiante pelo título, mas com certeza desvalorizaria MJF.

Similar ao combate anterior, há inúmeros caminhos que poderão ser construídos à partir do resultado e para mim, a vitória de MJF de forma limpa é a coisa correta a se fazer. Cody com certeza irá sobreviver a derrota e continuar como o melhor babyface da empresa, e, além disso, a vitória de MJF abrirá novos leques para uma possível continuação da rivalidade entre ambos do que uma derrota.

Independente do resultado, Cody finalmente conseguindo colocar suas mãos em MJF valerá para boa parte do público.

Aposta: MJF.

Rangel: A luta pela qual eu estou mais empolgado foi a luta com maior construção. Desde o início da AEW, quando MJF seguia Cody por onde quer que ele fosse isto já estava escrito, sua persona heel não negava que uma hora ou outra veríamos esse embate. Mas acredito que ninguém esperava que o caminho até esse dia fosse tão dramático. Após ser traído pelo seu fiel amigo e perder a chance de um dia se tornar campeão da AEW, Cody ainda teve que agüentar dez chicotadas e uma Steel Cage match antes de chegar até aqui.

Quanto mais MJF é odiado pelo público, mais Cody é adorado. Essa luta vai mexer com a emoção de todos que estão assistindo. Tenho certeza que veremos muito drama, sangue e uma storyline digna de mais event, afinal, essa luta não se trata apenas da vingança de Cody, é essa luta que concretiza a revolução que vem sendo traçada a pouco mais de um ano. Por mim o show acabava aqui, com o juiz erguendo a mão de Cody e o público gritando seu nome sem parar.

Aposta: Cody.

AEW World Championship Match: Jon Moxley vs. Chris Jericho (c)

Will: Pegue duas das suas maiores estrelas, crie uma boa história, bons segmentos e boom: você tem uma World Title Match digna de evento principal. Acho que não deve ser tão difícil de compreender assim.

Quanto a construção da rivalidade, foi um exemplo de como manter uma rivalidade de 3 meses atrativa e compelativa para o público. Todos os segmentos entre esses dois foram bons e em nenhum momento deu-se a oportunidade de esfriar a rivalidade.

Antes de falar sobre os rumos que o combate pode tomar, eu queria dar o apreço necessário ao reinado do Jericho. Cada coisa que ele fez durante esses meses como campeão pareceu importante, desde a rivalidade com Cody ao fazer um bom trabalho elevando caras como Darby Allin e Jungle Boy durante os combates e segmentos que teve. Além disso, o Inner Circle foi um enorme achado, se tornando uma excelente stable, que é levada a sério e também rende momentos cômicos.

Moxley provavelmente está em seu melhor momento em todos os aspectos e deixar passar a oportunidade de colocar o cinturão nele agora seria uma decisão no mínimo, interessante. Por um lado, você traria novos ares e programas, como por exemplo com MJF e PAC, porém, a vitória de Jericho serviria para poder elevar outros talentos ainda mais, como Jungle Boy e Darby, para perder para uma estrela consolidada depois. A minha maior preocupação é qual será o rumo do Mox caso a derrota aconteça e como isso influenciaria em seu momento.

Eu não consigo imaginar Moxley não entrando com o título no próximo Dynamite, pois, de longe, ele se apresenta como a maior estrela que a empresa tem no momento em todos os quesitos. Por isso aposto na virada de mesa em Chicago.

Aposta: Jon Moxley.

Rangel: E eis que chega nosso evento principal, quase tão antecipado quanto a última luta. Hoje, no roster da AEW, ninguém, além de Moxley, tem tantas chances de tirar o título de Chris Jericho. Ele agüentou pancada do Inner Circle por diversas vezes, nunca correu de uma luta, e, mesmo com um olho a menos, vem mostrando que merece respeito. Mas ele não vai enfrentar qualquer um, ele vai enfrentar um dos maiores de todos os tempos, o deus da reinvenção, o homem que carregou a AEW nas costas e deu a visibilidade que ela tanto precisava, Le Champion, Chris Jericho. Acho muito difícil ele perder o título hoje, acredito que ele carregue o título pelo menos até meio do ano ou um pouco mais. Jericho é um atrativo maior do Moxley, já que é conhecido também pelo seu trabalho fora do Wrestling. Mas que teremos uma briga boa de assistir, isso eu não tenho dúvidas.

Aposta: Chris Jericho.