15 Lesões horríveis na história do pro-wrestling

Alef 18/03/2020

Quando falamos sobre pro-wrestling ou qualquer outro esporte, uma das coisas mais comuns de se acontecer são as lesões. Fraturas, concussões, deslocamentos, estiramentos e coisas do gênero ocorrem com muita frequência e várias vezes são bem leves, porém, hoje veremos aqui 15 lesões que foram muito graves.

Já aviso que não vou citar aqui caras que morreram no ringue graças a uma lesão, por isso, não esperem ver Owen Hart, Perro Aguayo Jr ou Plum Mariko nessa lista. Sem mais delongas, vamos ao artigo:

Steve Austin tem seu pescoço quebrado

Durante sua feud com Owen Hart, os dois lutadores acabaram lutando no Summerslam de 1997, em uma luta que prometia ser muito boa. Embora Austin estivesse programado para vener (e, de algum jeito, venceu), sua carreira foi posta a prova quando Hart quebrou o pescoço de Austin.

Após Hart cometer um botch durante um piledriver, Austin ficou com um pescoço quebrado e uma paralisia temporária. Surpreendentemente, porém, Hart se ateve ao roteiro, perdendo tempo para que Austin pudesse se mover novamente, e deixando Austin fazer um roll-up básico para vencer Hart. No entanto, Austin tem sido atormentado por lesões no pescoço desde então, e teve que se aposentar em uma idade relativamente precoce em 2003 por causa da dor.

Cactus Jack perde uma orelha

Além de ser apenas Mick Foley, o lutador lutou sob vários nomes, sendo Cactus Jack um deles. E foi como Cactus Jack que Foley sofreu a que ficou conhecida como sua lesão mais famosa, quando teve uma boa parte de sua orelha arrancada devido a algumas cordas apertadas em Munique, na Alemanha.

Depois de ser pego nas cordas e quase parecer que ia engasgar, Foley conseguiu girar a cabeça para fora das cordas, mas não antes de sair sem uma das orelhas. Para sua sorte, ele foi capaz de segurar a cartilagem e recolocá-la adequadamente mais tarde naquele dia. Eventualmente, a orelha foi totalmente reconstruída.

O Powerbomb errado de Brock Lesnar

Em uma edição do Smackdown em 2002, Hardcore Holly ganhou muito mais do que esperava quando ele e Lesnar se enfrentaram. À medida que a luta se desenrolava, Holly acabou sendo pego por Brock Lesnar em um Powerbomb que estava muito errado.

O resultado final do golpe foi difícil de assistir, pois Lesnar derrubou Holly com tanta força que acabou quebrando seu pescoço. Holly acabaria se afastando do wrestling durante 13 meses por causa da lesão, retornando aos ringues em Novembro de 2003.

O fim da carreira de Bret Hart

Nesse caso aqui, foi um chute que deu errado e acabou (temporariamente) afetando a carreira de Bret Hart. Ao lutar contra Bill Goldberg em Washington D.C. no Starrcade de 1999, Hart sofreu um chute na cabeça que lhe deu uma concussão grave e uma síndrome pós-concussão.

Seus ferimentos foram considerados brutais o suficiente para justificar sua aposentadoria, e Hart o fez logo em seguida, desistindo de seu título em 16 de janeiro de 2000. Pelo menos ele tinha os oficiais ao seu lado: quando o árbitro sofreu uma lesão, o colega Roddy Piper, nomeado para oficial, acabou concedendo a Hart uma polêmica vitória sobre Goldberg.

Marty Garner e o Pedigree

Quando Marty Garner e Triple H estavam se enfrentando no WWE Superstars de 1996, Triple H – ainda no início de sua carreira – daria uma forte lesão no pescoço para seu oponente. Felizmente, pareceu pior do que realmente foi. Quando H segurou Garner para aplicar o seu último final, ele o levantou e jogou Garner de no chão, fazendo sua cabeça bater e causando uma grande dor na espinha de Garner.

No entanto, acabou sendo revelado que Garner tinha calculado mal o movimento, acreditando ser uma manobra diferente e, assim, jogando seu corpo em uma direção completamente diferente do que deveria quando Triple H executou a técnica. Graças, Garner tentou processar a WWE, e eles acabaram se estabelecendo fora dos tribunais.

Sabu quebra o pescoço outra vez

Uma vez é mais do que o suficiente para qualquer um no que se diz respeito a quebrar seu pescoço, mas, infelizmente, Sabu sofreu o mesmo destino duas vezes, desta vez nas mãos de Taz e seu poderoso Taz-Plex durante uma lutas dos dois na ECW em 1998.

Levando e jogando Sabu em uma mesa, há claramente um problema entre os dois em obter a rotação completa necessária para evitar qualquer tipo de problema, e Sabu acaba caindo de cabeça no ringue. A luta acabou sendo interrompida naquele momento e Sabu foi levado as pressas para o hospital.

Os headbutts que quase mataram Shibata

A estrela da New Japan Pro Wrestling, Katsuyori Shibata, tinha uma reputação de como ele dava cabeçadas em seus oponentes, fazendo com que todos temessem receber esse golpe do lutador. No entanto, foi Shibata que acabou com uma lesão horrível no Sakura Genesis de 2017.

Durante uma luta com Kazuchika Okada, Shibata deu uma cabeçada tão forte em Okada que o sangue começou a escorrer por seu próprio rosto. Uma vez nos bastidores, descobriu-se que ele tinha um hematoma subdural e precisava ser levado ao hospital para tratamento. Hoje em, ele é o treinador do New Japan Dojo.

A lesão que acabou com Hayabusa

O grande lutador de artes marciais, Eiji Ezaki, mais conhecido como Hayabusa, sofreu uma lesão terrível durante uma luta em 2001 contra Mammoth Sasaki, quando acidentalmente perdeu o equilíbrio ao tentar um moonsault. Hayabusa caiu de cabeça, rachou duas vértebras e ficou paralisado.

Segundo informações, ele ficou deprimido e suicida por um período de tempo, mas em 2014 recuperou alguma sensação nas extremidades inferiores e conseguiu andar com uma bengala. Tragicamente, ele faleceu em 2016 de hemorragia subaracnóidea.

A queda de Vic Grimes

Assim como em sua primeira luta, as apostas para a nova luta de New Jack e Vic Grimes foram igualmente loucas. De alguma forma, depois de quase esmagar se matarem, os dois pensaram que seria uma boa idéia voltar para um evento e lutar novamente. No entanto, desta vez, as coisas foram muito, muito piores.

New Jack – que aparentemente estava levando a rivalidade com Grimes muito a sério – acabou atrapalhando Grimes e jogando-o no chão a 15 metros abaixo. Alguns anos após a luta, New Jack afirmou que ele fez isso porque ele legitimamente queria Grimes morto. Mas por algum milagre, Grimes acabou caindo ringue, que conseguiu suavizar bastante a queda. Caso contrário, New Jack teria conseguido seu desejo.

Joey Mercury e a escada

17 de dezembro de 2006 foi sem dúvidas uma das piores noites da vida de Joey Mercury, pois o lutador aposentado foi atingido no rosto por uma escada durante uma Fatal-4 Way Match pelos títulos de duplas que deu a Mercury 30 pontos no rosto.

Sua lesão também quebrou o nariz em três lugares, mas felizmente foi muito pior no momento do que nos dias seguintes. Mercury só ficaria fora por algumas semanas e, de alguma forma, lutaria novamente logo depois.

Undertaker joga Mick Foley do alto da jaula

Mais uma vez, Mick Foley prova que não há ninguém melhor no mundo em sofrer do que ele. Ou mais sortudo. Depois de cair de uma jaula de aço quando ele foi empurrado por Undertaker, muitas pessoas temeram pela vida de Foley, e suas preocupações certamente não foram sem sentido, pois Foley sofreu uma concussão, uma mandíbula deslocada, um ombro deslocado e uma contusão.

É claro que Foley sobreviveu e continuou lutando ali, embora Undertaker acabasse por aplicar um Chokeslam e vencer. Ainda assim, foi um esforço valente da parte de Mick. Ninguém pode discutir esse fato.

Rollins encerra a carreira de Sting

Steve Borden, conhecido no ringue como Sting, assinou com a WWE em 2014, mas em 2016, anunciou sua aposentadoria do wrestling.

Sting foi forçado a abandonar o wrestling depois de sofrer uma grave lesão no pescoço durante uma luta pelo WWE Championship contra Seth Rollins no Night of Champions. A lesão ocorreu depois de um Bucklebomb de Rollins e Sting foi informado de que ele precisaria de cirurgia para corrigir a estenose da coluna cervical.

Sid quebra a perna da pior maneira

A lesão de Sid Vicious no final da carreira no evento “Sin” da WCW não é muito difícil de explicar. Uma olhada em qualquer vídeo da lesão pode dizer que a perna de uma pessoa não deve dobrar, quebrar ou balançar como a dele faz.

No entanto, a história de fundo da lesão desempenha um papel crucial em seu desenrolar, pois Vicious havia sido solicitado pela gerência da WCW para ampliar sua variedade de golpes antes da luta, sugerindo que ele tentasse mais algumas manobras aéreas. Relutantemente, Vicious concordou, embora não sem protestar que um lutador do seu tamanho e tipo não estava equipado para tentar as técnicas rápidas que eles queriam. Ele acabou tendo razão.

Droz acaba ficando tetraplégico

Antes de se tornar um lutador profissional, Darren Drozdov trabalhou na NFL com o New York Jets e o Denver Broncos. Em 1999, ele ingressou no WWF, mas no ano seguinte sofreu uma lesão que mudaria sua vida para sempre.

Durante uma luta no Smackdown, seu oponente, D´Lo Brown, estragou um Running Powerbomb que resultou em Droz caindo de cabeça no ringue e fraturando dois discos no pescoço. A lesão deixou Droz um tetraplégico. Ele permanece em uma cadeira de rodas hoje, mas ganhou alguma mobilidade na parte superior do corpo.

A lesão de Triple H

Enfrentando Chris Benoit e Chris Jericho numa luta de duplas ao lado de Steve Austin, o lendário Triple H sofreria para terminar a luta pois acabou rasgando completamente seu quadrilátero e teve que mancar durante a maior parte do tempo.

A lesão ocorreu quando Triple H estava tentando neutralizar a submissão de Jericho em Stone Cold, e o deixou mancando. Triple H não acabaria lutando até meses depois, no evento Royal Rumble de 2002, quando acabou se tornando o segundo undisputed champion da WWE.

E aí, o que acharam do artigo ? Lembrando que eu quis fugir um pouco dos nomes óbvios mas mesmo assim deixei vários, por isso Edge, Undertaker, Paige, X-Pac, John Cena e outros não estão na lista. Até mais!