10 Lutadores independentes para ficar de olho

Alef 25/03/2020

Como acompanhantes de pro-wrestling em geral, nós conhecemos muitos lutadores talentosos. Seja na WWE, NPW, AEW ou outra empresa de renome, existem muitos lutadores talentosos e famosos em cada uma delas, porém, muitas vezes nós nos esquecemos ou nem conhecemos lutadores muito bons do cenário independente.

Por isso, hoje apresentarei a vocês 10 lutadores do cenário independente para ficar de olho em 2020 e nos próximos anos, porque potencial esses caras tem. Sem mais delongas, vamos ao artigo:

Jody Threat

Vamos começar a nossa lista com a skatista de Toronto, Jody Threat. Threat é nova no pro-wrestling, lutando a pouco mais de 2 anos, porém, isso não a impediu de trabalhar em indys de renome, como Progress e Beyond Wrestling.

Recentemente, ela estreou na Rise and Shimmer. Threat também teve um grande papel no Alpha-1 Wrestling, tanto como competidora solo quanto ao lado de sua amiga Allie Kat. É provável que em breve vejamos essa garota arrebentando em empresas maiores.

Treehouse Lee

Treehouse Lee é um cara que tem vindo se destacando aos poucos, porém, isso mudou quando ele estreou no Jimmy All The Way da GCW. Lee saiu vitorioso em uma luta de seis homens. Além dessa luta, ele recentemente tem recebido várias oportunidades da GCW, mostrando que bom ele é.

Antes da pandemia, ele estava programado para aparecer no GCW’s For The Culture Show, que acontece em Tampa no fim de semana da Wrestlemania. Esperem bastante desse cara.

The O.J.M.O

Michael Oku ou The O.J.M.O surgiu no cenário britânico em 2019. Treinado por Eddie Dennis e “apadrinhado” por David Starr, The O.J.M.O tornou-se um dos lutadores mais promissores do ramo. Ele competiu na Natural Progression Series 6, sendo indicado por David Starr.

Ele terminou seu ano na Progress desafiando Eddie Dennis pelo Progress World Championship. O.J.M.O também teve um ano fantástico na RevPro. Ele venceu o torneio RevPro British J Cup 2019, que incluía lutadores como El Phantasmo, Robbie Eagles e PAC, além de já ter vencido PAC na própria RevPro.

Leyla Hirsch

Leyla Hirsch é uma estrela treinada no CZW Dojo. Apesar de derrotar lendas das indys, como LuFisto e Mercedes Martinez na CZW, Hirsch teve seu grande momento quando fez sua estréia na Beyond Wrestling. Embora ela tenha perdido sua luta de estréia contra Christian Casanova, Hirsch voltou a todos os episódios restantes da temporada de estréia.

Desde sua estréia na Beyond Wrestling, Hirsch fez sua primeira turnê na Alemanha com a wXw, onde chegou às finais do torneio Femmes Fatales. Ela também fez outra grande estréia em 2020, indo ao Japão pela primeira vez e fazendo sua estréia na Stardom. O 2020 de Hirsch já parece brilhante, não me surpreenderia se ela assinasse com uma grande empresa até o final do ano.

Cole Radrick

Cole Radrick é um cara oriundo da Indiana e que hoje em dia tem 22 anos. Mesmo sendo novo, ele já tem 4 anos de experiência no ramo. Ele já lutou por empresas como Revolver e Glory Pro, além de Black Label Pro e SUP.

Ele também estreou na GCW em novembro de 2019 no Chopper City In The Ghetto, onde se destacou em uma luta de seis homens. Ele também vem tendo outras oportunidades na GCW, mostrando que ele é bom. Também não podemos esquecer da sorte que a GCW tem em criar estrelas.

Chris Bey

O “novo Shane Strickland”, vem fazendo sucesso. Ele mostrou suas habilidades para um público mais amplo quando estreou na Curtain Call da GCW. Ele então teve uma luta com Tony Deppen no Slime Language da GCW. Bey foi vitorioso contra o que muitos consideram o símbolo da GCW e um dos melhores na cena independente de hoje.

Em 2019, Bey também esteve na TV em três grandes empresas, WWE, Impact Wrestling e Ring of Honor. Ele também teve simultaneamente quatro títulos de quatro empresas diferentes.Esse é apenas o começo do 2020 de Bey, porque ele tem muito potencial.

Masha Slamovich

Em 22 de novembro de 2019, a russa Masha Slamovich comemorou seu aniversário de cinco anos no pro-wrestling. Nestes cinco anos, ela lutou por empresas como House of Glory, Battle Club Pro, Limitless Wrestling, Women’s Wrestling Revolution e Beyond Wrestling.

Ela apareceu no Uncharted Territory Season 2 Episode 10, onde perdeu para Aaron Rourke no Discovery Gauntlet. Em 2019, ela também estreou na TV enfrentando Jordynne Grace em um episódio de Xplosion da Impact Wrestling. Slamovich deve estrear na Chikara no torneio Young Lions Cup.

Cara Noir

O cisne negro britânico, Cara Noir, já luta a uma década. Antes conhecido como Tom Dawkins, foi preciso uma reinvenção para se destacar no cenário britânico. Noir recebeu atenção após sua luta fantástica com PAC na Riptide em julho passado. Ele foi indicado por Chris Brookes para competir na Progress Natural Progression Series 6.

Ele foi impressionante no torneio, mas caiu para Scotty Davis nas semi-finais. Na noite seguinte, ele participou do maior show do ano da Progress Wrestling contra Pete Dunne. Desde então, ele vem sendo um lutador importante da Progress.

Joshua Bishop

Joshua Bishop é um cara que marcou a AIW no ano de 2019. Além de ter tido uma sangrenta Submit ou Surrender Match contra Dominic Garrini, ele também derrotou Matthew Justice para vencer o AIW Intense Championship.

Ele fez uma aparição na Game Changer Wrestling no GCW’s Tournament of Survival 4. Mesmo sendo um dos que menos tem mídia da lista, o cara tem potencial. E a propósito, o Dominic Garrini é muito bom também.

Scotty Davis

O homem que derrotou Cara Noir no Natural Progression Series, Scotty Davis é outro a ser observado em 2020. O jovem irlandês de 19 anos, luta há quase 4 anos. Atualmente, Davis possui três títulos de três empresas diferentes.

O cara é o atual OTT No Limits Champion, tendo enfrentando os principais talentos da empresa. Com apenas 19 anos de idade e muita lenha pra queimar, Davis é uma das promessas do cenário europeu atualmente e eu tenho certeza que vai ter sucesso.

E aí, o que acharam dos lutadores ? Quem vocês adicionariam ou tirariam ? Até mais!

loading...